Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O Blog que fala de tudo e de nada, do simples ao complicado, ou seja ... ...do dia a dia... Do bom e menos bom, de experiências e vivências, de moda e tendência, de estilo e modo de vida... Enfim do tudo e do Universo.

Mãe aos olhos dos filhos...

Todos os dias são dias para falar daquela Rainha da nossas vidas, a nossa Mãe.

 

mae.jpg

 

 

Não é por ter sido ontem um dia inteiramente, e dedicado à Mãe que deveria estar a falar-vos dele. Mas sim todos os dias, sem data ou hora marcada, afinal todos os dias são dias para falar dela.

 

Aos olhos de os filhos, as Mães sabem tudo. Têm poderes super especiais. Conseguem tudo e arranjam forma de solucionar quase o insolucionável. 

 

Pelo menos aos meus olhos é assim...

 

Ela me protege, mima-me, faz sentir-me que sou o maior tesouro da vida dela. Eu e os meus irmãos. Foi por nós que sempre tivemos uma grande mulher em frente a grandes batalhas, que por sua vez uma guerreira de sucesso.

 

Agora que sou crescida, (no entanto para ela sempre bebé), é a minha vez de cuidar desta guerreira.

 

Já que, infelizmente, não são imortais, haja alguém que cuide de guerreiros como a minha Mãe e tantas outras como ela.

 

Haja os filhos que sejam seu escudo.

 

Haja os filhos que com suas asas as possam proteger sempre.

 

Haja filhos, que cresçam e sejam numa continuidade Mãe dos pais, e Mãe de seus filhos...

 

Que os filhos tornem se guerreiros.

 

É sinal que são filhos de guerreiros.

 

Aos meus olhos sou filha de guerreiros em vários aspectos na vida, e espero contudo que um dia seja a minha filha e os que ainda hão de ser meus filhos, a dizer que sou a sua guerreira. Que sou, com o orgulho dito pelo um filho,sua Mãe.

 

Mãe és o meu alicerce, a minha guerreira, mas também o meu ponto mais fraco.

 

O que te atinge, atinge me mil vezes.

 

O que de dói, faz doer-me até a minha alma.

 

Mas eu estou aqui, vou te proteger até conseguir, até onde Deus deixar-me.

 

Não te deixo por nada deste Mundo.

 

E só queria que não me deixasses por nada deste e de outro Mundo.

 

Fazes-me falta todos os dias.

 

És um dos maiores pilares que mantém a minha vida equilibrada.

 

O amor não se explica, não se mede, e eu nem sei como dizer te o quanto te amo.

 

Agora sou Mãe. Dou muito mais valor a tudo. A tudo o que me deste e continuas a dar. A tua sabedoria. O teu amor e dedicação.

 

Poderia escrever, escrever...mas os filhos sabem o verdadeiro significado de MÃE.

 

Aqui ficou um pouco da minha Mãe, a minha guerreira para sempre.