Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Hidratação durante a gravidez - #review de produtos

Hoje venho com um tema muito importante para as Mamãs...

 

Cuidados a ter durante a gravidez, essencialmente com a nossa pele.

 

É importante hidratarmos desde inicio o nosso corpo, para que possamos prevenir o surgimento das tão indejadas estrias.

 

As estrias caracterizam-se por um rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, formada por colágeno e elastina (responsáveis pela sua elasticidade e tonicidade). As estrias afectam homens, mulheres em idade adulta ou durante a adolescência, mulheres no transcorrer da gestação, e até mesmo crianças. As estrias geralmente são comuns nas mamas, quadris, culotes,coxas e nádegas. Cerca de 90% das mulheres atuais desenvolvem estrias durante a gravidez. (Wikipédia)

 

Existem duas formas de hidratarmos o nosso corpo. Uma é o consumo diário de 2 a 3 litros de água por dia, e outro é colocarmos cremes super hidratantes sobre a nossa pele, tendo em conta as áreas que poderão ser mais afetadas, que sofrem mudanças bruscas, como a barriga, seios e coxas.

 

Durante a minha gravidez, usei dois cremes. Um creme gordo da marca Barral e outro creme "9 meses" da Mustela.

 

20150522_193116.jpg

 

 

Passo a fazer um breve descrição de ambos.

 

Vou começar pelo creme da Mustela.

 

20150522_193147.jpg

 

      Este creme da marca Mustela, na linha         "Grossesse 9 Mois" é um creme que             depois de aplicado dá-nos a sensação         de hidratação, e por sua vez não é                 gordoroso.

 

      O que é ótimo, pois quando temos mais       pressa, e queremos vestir a nossa                 roupa, sem manchar de creme, é o               ideal. 

 

     Não mancha, e de fácil absorção.

 

     Para as Mamãs mais sensiveis ao                cheiro, este é mesmo o ideal, pois não        contém perfume. Sem qualquer tipo de        odor, também é bom para Mamãs que          tem pele sensível.

 

 

 

Podem encontrar este produto há venda     

20150522_193256.jpg

em várias lojas, mas deixo-vos aqui uma

sugestão. 

 

Na My Pure Care , a parafarmácia online

portuguesa onde é possível comprar

produtos de saúde beleza aos melhores

preços e sem sair de casa. 

 

Nela, podes encontrar este produtinho e 

outros mais, a ótimos preços.

 

Clica aqui para consultares e até mesmo

efetuares a tua compra.

 

É um ótimo investimento.

 

 

 

Quanto ao creme gordo, com óleo de amêndoas, da Barral, é um creme também muito bom. Hidrata em profundidade e promete aumentar a elasticidade da pele, e 

20150522_193209.jpg      prevenir o aparecimento de estrias. 

  

      No entanto por ser um creme muito               gordo, e espesso. É mais dificil a sua           absorção. O que leva a termos que               esperar que seque para podermo-nos           vestir. A não ser que queiram ficar com         a roupa manchada de "gordura".

 

      Como podem ver na foto abaixo é                 realmente um creme muito espesso.

  

20150522_193404.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

A minha opnião é utilizar este produto somente

a noite antes de dormir.  E deixar o creme da 

Mustela para de dia.

 

O creme gordo da Barral, podes encontrar á venda na farmácia, parafarmácias, e hipermercados. 

 

É um creme com durabilidade, pois a sua 

fórmula espessa, torna o produto rentável.

 

Na My Pure Care , podes encontrar também outra variedade de produtos da gama Barral e Mustela. Eles habitualmente fazem promoções a vários produtos, é de ter em atenção e aproveitar.

 

Pois bem, estes foram os produtos de hidratação escolhidos durante a minha gravidez, posso dizer que gostei de ambos, apesar que não era a Pré-Mamã mais cuidadosa comigo própria. Colocava quando me lembrava, ou quando o Namarido queria fazer festinhas na barriguinha. 

 

Graças a Deus, não fiquei com estrias, apenas tenho algumas leves, nas coxas, mas nada grave.

 

Espero que este post, vos tenha ajudado, pelo menos a escolher o vosso creme ideal. 

 

Beijinhos Mamãs, e aos Papás que coloquem creme nas Mamãs, acreditem que não é só a Mamã que gosta. A vossa bebé mantem um contato mais próximo com o Papá.

 

Gratidão por tudo, e um ótimo fim de semana. 

É por isso que sou a Mamã Zen...

Por fim a parte mais "ZEN" de mim...

 

 

 

Não é que a palavra "ZEN" seja bem empregue, pois não serve como adjetivo. No pouco que tenho estudado sobre o ZEN, consigo perceber que ZEN é um ensinamento, associado ao budismo. No entanto, muitos de nós, usamos a palavra "zen" como para adjetivar um estado de equilibrio pleno e sereno.

 

Até ao momento que aventurei-me a descobrir o ZEN, percebi o quanto estava errada na noção criada na minha cabeça sobre o mesmo.

 

Mas adiante...e usando a palavra adjetivada.

 

Há algum tempo para cá e principalmente depois da minha Borboleta nascer, senti a necessidade de criar o meu Mundo, mais sereno e calmo. Acho que este sentimento provem do instinto maternal. Queremos protejer. Queremos cuidar das nossas crias em paz e pleno amor...Aquela imagem de bebé a dormir como anjinho...são associações que fazemos a este novo estado de espirito. Uma Mamã "Zen"....tranquila, serena, amor....

 

A realidade é que por vezes o nosso desejo de tranquilidade, não equivale à realidade...pois a maternidade não é o mar de rosas que as revistas, a TV e as amigas pintam. Amamos sim, os nossos filhos, mais que tudo nesta vida, podem ter a certeza...mas existe o se não, o lado menos positivo.

 

Um bebé que chora muito nos primeiros meses de vida, um bebé que tem dificuldade em adormecer, um bebé que por exemplo pode ter dificuldade na pega da maminha...ou até mesmo o lado da Mamã que passa a fase do Baby Blues e/ou uma depressão pós parto...Tudo isto retira o estado mais "zen" (calmo) da história.

 

No entanto conto-vos um pouco da minha história.

 

A Mamã teve uma linda bebé, que não gostava de dormir e chorava muito nas primeiras semanas de vida.

 

Para ajudar a Mamã, assim que teve alta do hospital e chegou a casa, entrou na fase do Baby Blues que por sua vez originou uma depressão pós parto. Mas calma, eu fui sempre muito bem acompanhada, por profissionais.

 

Mas dai, desse tombo que levei naqueles dias, eu só queria ser EU, voltar ao normal, não ser egoista a pensar que só eu sabia cuidar bem da minha menina. Não têm noção, mas um Baby blues, faz de nós outras pessoas...posso dizer que tem um lado de horrivel. E digo isto, tendo em conta a minha experiência, achar que só eu sabia cuidar da minha bebé, e mais ninguém.

 

Desta fase, partiu a minha mudança. Foi dai que quis mudar tudo. Da curiosidade passei a estudar, frequentei cursos em áreas holisticas, mudei atitudes e pensamentos, frequentei atividades como o Yoga ( com muita pena minha, não pude continuar, mas assim que conseguir retomar eu volto) e de tudo isto, e aos poucos estou ao encontro do equilibrio e do Universo.

 

É por isso que sou aqui, a Mamã Zen...

 

É só um pouco mais de mim...uma mistura de histórinhas...

 

Peço desculpa para quem é previligiádo na sabedoria dos ensinamentos, e se pude expressar  me menos bem quando falei no Zen, e no budismo, mas estou apenas no  "A E i O U" de principiante.

 

Beijinhos muitos, muitos com imensa gratidão da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

 

 

 

Quem disse que casar era fácil??? - Ep.1

 

Não, e não estou a falar da parte de encontrar o Principe perfeito, porque esse GRAÇAS A DEUS já o tenho, falo mesmo na organização do casamento.

 

Papéis aqui, papéis aculá...Ufaaaa, não é fácil.

 

Para não dizer o dinheiro que custa, simplesmente CASAR. A dita "papelada" do registo civil é uma "Pipa de Massa".

 

Como já perceberam, no fim de alguns anos a viver em união de fato, vamos finalmente CASAR. Estou noiva, estou muito feliz, porque era de fato algo que tinhamos em mente. "Um dia vamos casar", e chegou o momento.

 

Como não é segredo nenhum, e é um ato natural e comum nas nossas vidas, venho partilhar as peripécias que vão acontecendo com o momento tão especial.

 

Hoje foi dia de registo civil.

 

Lá fomos nós feitos pimpões, chegámos ao registo, e como vivemos no meio em que meio Mundo se conhece, virei me para a senhora do balcão e disse em tom de brincadeira: "Viemos casar".

 

Assim começamos o processo da papelada mais importante da cerimónia.

 

A senhora pediu nossos cartões de cidadão, perguntou qual a data do casamento e qual o tipo de regime que queriamos casar. Mas antes que respondessemos, ela explicou os tipos de regime existentes (que suponho que é de conhecimento de todos, por isso não vou mencionar todos).

 

Meu Deus, e ai vem o momento do dia...

 

O Sr. Meu Namarido / Futuro Marido, depois da explicação respondeu: "Ahhh, casamos por COMUNHÃO GERAL..." e eu concordei, visto que vivemos há tantos anos juntos, já temos um par de coisitas em comum. (ahahahah)

 

Mas a Senhora continou, então querem casar em comunhão geral, o que é de um passa a ser do outro e vice-versa, mas....

 

E nós no "masss...."

 

"Mas, para ser comunhão geral, tem uma taxa acrescida de 100€." 

 

Pronto, acabou-se a Comunhão Geral.

 

O Sr. Meu Namarido / Futuro Marido teve um súbito salto de consciência e disse: "Atão não quero, pode ser mesmo Comunhão de adquiridos..." Isto saltou-lhe da boca tão breve quanto possível.

 

Rimos tanto, mas tanto...não têm ideia.

 

Mas continuando, e agora numa vertente mais séria.

 

O documento normal, para casar tem cum custo de 120 € , e se casarmos em comunhão geral é mais 100 €. Será que é só na minha cabeça ou isto não tem cabimento? 

 

Já por si, 120€ é mesmo muito para emitir um documento, quanto mais 220€.

 

Parece que anda meio mundo a chular outro meio mundo...desculpem o termo, mas foi o que sentimos. 

 

De fato por ser algo tão importante e especial, como é para nós, acredito que tantos como nós, CASEM, esquecendo a parte monetária que o Estado leva de nós.

 

Agora estamos em preparativos intensivos, pois falta mesmo muito pouco tempo.

 

Será também o batizmo da nossa flor.

 

E será de certo um dia muito mas muito  especial.

 

Agora os outros episódios do "Quem disse que casar era fácil?" ficam para breve...aqui fica o primeiro.

 

 

Beijinhos muitos, muitos com imensa gratidão da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

Dicas de Organização para uma Mamã Dona de Casa

Gerir tempo é coisa que para uma Mamã, semi-dona de casa (sim, "semi" porque graças a Deus tenho alguém com quem repartir as tarefas da casa) e trabalhadora, não é nada facil.

 

 

Mesmo que as tarefas da casa sejam repartidas, ser Mamã é a tempo inteiro, sem amas e infantários,  e  trabalhadora apartir de casa, desafia-me a estudar, aprender e gerir o TEMPO.

 

É engraçado como muitas das pessoas acham que por trabalharmos apartir de casa acham que é fácil. A verdade é que não é. Gerir horários, em função das nossas funções de Mulher titulada como Mãe e dona de casa, não é tarefa fácil.

 

Há algum tempo desafiei-me a criar uma "espécie" de horário diário, ou tópicos diários com objetivos que consegui que funcioná-se comigo, sendo mais objetiva, sem me perder no espaço e no tempo.

 

É por isso que venho aqui tentar partilhar convosco esta minha "ideia" ( a verdade é que há mil e uma mulheres a aplicar), mas para as mais "desorientadas" como eu, aqui vai uma dicas.

 

 

 

 

 

  1. Para aquelas Mamãs que esperam até ao último momento para poder fazer o almoço ou jantar, e chega a hora e não sabe o que fazer, é criar uma "Ementa Semanal". Resulta imenso, porque poupamos tempo, chatices, e desconfortos por faltar o tal ingrediente chave para elaborar a refeição. Agendar as refeições atempadamente, faz-nos criar uma listinha de compras, que podemos fazer uma vez por semana, sem ter que ir constatemente ao supermercado.
  2. A segunda ideia, para as Mamãs que trabalham fora de casa, é programar as tarefas que conseguem fazer pela manhã, e pela tarde, ao chegar do trabalho. Normalmente, pela manhã poderás deixar as camas prontas, para não chegar do trabalho, e ter a sensação que passou um furação pela casa a dentro. Camas arrumadas, dá um ar mais "clean" ao nosso lar. Pela noite, podemos, por exemplo, escolher a nossa roupa e dos nossos filhos para o dia seguinte.
  3. Queres o fim-de-semana para disfrutares da tua familia? Então outra dica é durante a semana, dia sim dia não, verificares o teu cesto de roupa suja, poderás assim agendar os teus dias para lavar a roupa. Exemplo: Roupa de cores - 2º Feira; Roupa escura- 4º Feira; Roupa branca - 6º Feira. Poderás também agendar intercaladamente as mudas de roupa de cama. Concerteza que ajudará imenso sem te perderes.
  4. Quanto ás limpezas de casa, espero que possam ter a colaboração do vosso mais que tudo, isso sim é divinal. Mas mesmo não tendo, podem também agendar diárimente por secções. Exemplo: 2º Feira- Secção de Lazer, 3º Feira - Zona de descanso, 4º Feira - WC's, 5º Feira - Cozinha e 6º Feira, sendo que provavelmente terão o fim de semana de descanso, dar uma generalizada leve por toda a casa.

Não sei se estas dicas ajudam, mas espero que sim. Tento ao diário exercitar para que resultem comigo. Parece muito trabalho, mas contudo, dividido acredita que é bem mais fácil.

 

Não coloquem demasiadas tarefas nas vossas agendas, porque podem não conseguir concluir, e pode levar a uma frustação indesejada contigo própria. Faz somente, o que sabes que realmente vais conseguir fazer de forma organizada e positiva.

 

Revê todas as tuas tarefas e ementa semanal ao Domingo. Sentirás uma paz diária, por teres meio caminho elaborado.

 

Espero que tenham gostado.

 

Aceitam-se dicas. É so deixares aqui abaixo, nos comentários.

 

Beijinhos muitos, muitos com imensa gratidão da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

 

 

 

 

 

 

10 coisas que mudam depois de ser Mamã

Pois é...depois de ser Mamã, nasce sempre uma segunda Mulher, que prodomina a primeira. 

 

 

 

1- A Mamã passou a dar importância extrema à sua cria, por vezes parece que não existe mais ninguém no Mundo, mas ser Mãe tem dessas coisas. Paciência.

 

2- A Mamã gosta de ser Mãe em primeira pessoa, sem ninguém a dizer o que tem que fazer. Cada um sabe a melhor forma de cuidar o seu bebé. O que é perfeito para ti, pode não ser perfeito para mim, e vice-versa. Nada melhor que a nossa própria experiência para fazer de nós uma verdadeira Super-Mamã dos nossos filhotes.

 

3- O sono de um bebé é muito importante para o seu crescimento e desenvolvimento. NADA DE INTERROMPER.

A Mamã não gosta, e por sua vez o bebé também não. É tudo uma questão de respeito por ambos.

 

4- Desculpa se não atendo a chamada, ou não respondo à mensagem a tempo, o meu telemóvel passou a ter o silêncio, como única opção de toque. Ou não vejo, ou poderei estar demasiada ocupada na tarefa de Mamã.

 

5- Quando saiu à rua posso não estar uma super modelo, mas de certeza que estou uma SUPER-MAMÃ. O verniz, maquilhagem, e roupa bonita, fica para quando há tempo, por isso não te assustes.

 

6- Antes eu podia ir onde queria , até às horas que queria. Hoje escolho SEMPRE a companhia da minha filha, sendo ela a minha prioridade, e quem faz minha agenda. Não te chateies por eu ser melhor Mamã do que melhor amiga, mas ela marcou a minha agenda por 24 horas, 365 dias ao ano.

 

7- Almoçares, jantares, lanchares comigo agora é a três vozes. Por vezes, a terceira voz, grita, ralha, chora, esperneia, interrompe a conversa pela atenção, mas prometo, que vai ser sempre um encontro diferente e animado.

 

8- O meu carro passou a ser um centro infantil, onde podes encontrar de tudo um pouco. Fraldas, toalhitas, brinquedos...Cuidado onde pões os pés!!!

 

9- Ahhh não esquecendo, que a minha mala, virou uma casa ambulante, lá podes encontrar de tudo um pouco. Mesmo que a minha filha não esteja de momento comigo, de certo que vais encontrar um brinquedo perdido dentro da minha mala de mão. Podes brincar, eu deixo!

 

10- Desculpa, mas agora sou Mamã. A minha vida deu um giro de 180º, e já não sou somente uma mulher, amiga...agora tenho titulo. Sou MÃE.

 

Esta é a minha realidade, e a tua? 

 

Beijinhos muitos, muitos com imensa gratidão da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

 

 

Obrigada aos mais de 4000...

Sei que há muito a crescer, sei que há muito a melhorar, sei que há muito mais de mim para dar, mas a verdade é que sem vocês eu não tinha tanta vontade de fazer mais e melhor, porque todos somos um apoio, com todo o amor do Universo.

 

Obrigada de coração, por todos os que estão presentes aqui e na página Oficial do blog, no Facebook, Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

 

Obrigada por sermos tantos, obrigada por sermos mais de 4000. Hoje acordei muito feliz quando vi a nossa página Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

Beijinhos muitos, muitos com imensa gratidão da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

 

 

#AMAATUAPELE

Olá a todos...

 

Os mais vaidosos, ou "cuidadosos" com a sua beleza...

 

Já viram a nova campanha da L'oreal Paris, #AmaaTuaPele?

 

Clica aqui, e vem conhecer o novo desafio.

 

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..." .

 

 

 

 

 

Cozinhar com Oliveirinha...

E hoje é dia de vos apresentar o azeite ideal para a confeção das refeições dos mais pequenos.

 

Oliveira da Serra, lançou uma gama de azeite ideal para os bebés dos 6 meses aos 3 anos de idade. Apenas 0,3% de acidez, é um azeite virgem extra muito suave.

 

Eu, pertencendo à plataforma da Youzzer, fui uma das Mamãs selecionadas para experimentar em primeira mão este novo lançamento, de forma a dar a minha real opnião sobre o produto.

 

Recebi então a Oliveirinha, e lá fui para aventura de confecionar as refeições do meu bebé.

 

Ontem "Bimbey", como costumo dizer, (uma vez que uso a Bimby para preparar as sopinhas da minha pequena), uma deliciosa sopa de espinafres com cenoura.

20150513_113240.jpg

 

Posso-vos dizer que primeiramente fiz uma base, com batata, cenoura, cebola, alho, sal, e azeite Oliveirinha. Eu gosto de cozinhar a base, logo com o azeite. Na minha opnião fica a sopa mais saborosa. 

 

Depois de cozinhada a base, faço puré, mas mais liquido. 

 

Préviamente, já tenho os espinafres, picadinho e lavados,  e uma cenourinha cortada em quadradinhos pequenos. 

Depois, de ter o puré, coloco os espinafres e a cenoura, e deixo ferver por 10 minutinhos. E pronto, está a sopinha feita.

 

20150513_142543.jpg

 

Posso dizer que cozinhar com Oliveirinha, além de saudável, tem um sabor muito suave e agradável. Eu simplesmente adorei, e concerteza, que vou continuar a usar Oliveirinha, nas refeições da mais pequena da casa.

 

Depois de fazer a sopa, gosto de partilhá-la em doses, nestes potinhos próprios para a conservação de alimentos para bebé. São super uteis, e práticas. Dá para congelar conservando os alimentos com todas as propriedades.

Estes potinho existem em duas medidas, e são da Avent.

 

Espero que tenham gostado do post.

 

Apesar de o post ser dedicado ao azeite Oliveirinha, falo-vos de três coisas importantes e que facilita o dia a dia das Mamãs. A Bimby, Azeite Oliveirinha, e os potinhos de conservação da Avent.

 

Algo que queiram ver esclarecido, ou que queiram que faça review mais detalhado de algo, é só deixarem aqui abaixo nos comentários. Terei todo o gosto.

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..." .

 

 

 

Quilinhos a mais? E quê?

Olá a todos. Hoje venho assim um pouco desanimada. Mas comigo mesma ou não...não sei ao certo.

 

 

 

Quando era mais novinha era pessoa de me importar muito como eu era, tanto interior como de fisico. No entanto uma coisa que sempre de alguma forma fez com que eu fosse menos preocupada com estes aspetos, foi o fato de interiorizar, que eu era daquele jeito, e daquele jeito eu e o Mundo tinham me que aceitar. Afinal nós crescemos e construímo-nos, crescemos e o nosso corpo molda se ao jeito dele. 

 

E assim por muitos anos cresci, evolui, aceitei-me e amei-me do jeito que sou, tal como sou.

 

Dai, que fui Mamã. E ser Mamã, são 9 meses de transformações corporais, que só Deus sabe como fica passado esses 9 meses. Eu não tinha razão de queixa, pois eu fui uma grávida "elegante" no que toca a peso, e por sorte que a nível estético, não fiquei com manchas, nem estrias. Nem a minha cara ficou com o chamado "pano". Sorte, não é?

 

Passada a minha gravidez, e claro que apesar de estar "elegante", não sai do hospital de barriga lisa...sai como maioritáriamente as Mamãs saem, inchada.

 

O tempo passou, aliás, passou pouquissimo tempo, e eu desinchei, por completo. E comecei a perder peso, e a perder cada vez mais peso, sem nada fazer. Perdi tanto peso, que me encontrava demasiada magra.

 

Fui ao médico. Desde que fiquei grávida, nunca mais consegui sair de lá, sem me dizerem que só tinha que voltar por rotina.

 

Fiz análises, no entanto à partida já se saberia o que estava a passar, apesar da fase do baby-blues e inicio de depressão pós parto, a minha tiróide começou a funcionar mal, dai o tal emagrecimento súbito.

 

Após os resultados, comecei a medicação para controlar o meu hipertiroidismo. 

 

Dai...dai....comecei a engordar. E a engordar.

 

Não que seja obesa, mas estou "fofinha". A barriga depois de um bebé, ainda não estava no lugar certo, e como sou de engordar e fazer barriguinha, a dita cuja apareceu novamente. As pessoas que passam por mim estão sempre a questionar se estou grávida. Não sei se perguntam a todas as "fofinhas" do Mundo, ou se é porque acham simpático faze-lo a mim, mas o que é certo é que o fazem, e por vezes não pensam no que isso pode causar.

 

Até um determinado ponto eu não liguei. Até acho que para uma Mamã recente (12 meses) o corpo está razoável.

Aliás, acho que infelizmente, e por vezes vê-se rapariguinhas muito novas, que não são Mamãs e que não tem cuidado com alimentação e deixam o corpo chegar a uma dimensão quase impossivel de reverter ao que seria "normal".

Mas hoje isto toca-me. Toca-me pela insensibilidade das pessoas, pelas palavras duras que ouvimos, e mais a mais com o Verão a aproximar-se cada vez mais, tudo toca-me.

 

Eu estou a tentar reeducar-me, a criar hábitos alimentares saudáveis, a tentar dimunuir açucares, mas é dificil, e não é de um dia para o outro. Neste momento, estudo muito sobre alimentação saudável, e tento aplicar. Tento dar o melhor. Mas vai pouco a pouco. Quero colocar o  execicio físico na minha rotina, mas Mamãs será que só sou eu que ainda estou a habituar-me a consiliar a vida de Mamã, cada fase nova do nosso bebé, e o tempo passa e acaba por não chegar para nós?

 

A verdade é que já há alguns dias que ando para escrever sobre o tema, mas não sabia ao certo se me exprimiria da melhor forma, e mesmo assim estou para aqui a escrever...e vamos ver o que sai.

 

Descobri que há pessoas muito maldosas neste Mundo, que gostam de "castigarem-nos" com aquilo que para elas também não as faz feliz. É fácil apontar defeitos para que os nossos sejam ocultados. Enfim...

 

Como foi com vocês Mamãs? Têm sugestões?

E as que não foram Mamãs e sofrem do mesmo? Como é com vocês?

 

Ideias para refeições também se aceitam.

 

Ahhhh mas vou só salientar, que apesar do desabafo, eu continuo bem, mas é como um exemplo que estou constatemente a dar. Nós temos uma blusa que adoramos e vestimos, chega uma pessoa e diz que não gosta, mas nós não nos ralamos, chega outra e também diz que não gosta, até que chega um ponto que já é tanta gente a dizer o mesmo que nos questionamos, "na realidade, secalhar a blusa não me fica bem". E pronto...

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..." .

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D