Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

As mães também choram...

crianca-filhos-choro-irritacao-mae-1320940525757_9

 

 

São dias…

 

Dias menos bons no meio de bons momentos proporcionados por aqueles que nos chamam mães.

 

É verdade que a maternidade não é só um mar de rosas, e quem o diz que o é, mente.

 

No entanto posso-vos dizer que nunca fui tão feliz e completa ao ser mãe.

 

Mas é como tudo na vida, tem os seus prós e os seus contras, mesmo que os prós sejam muitos mais que os contras, e por vezes ou SEMPRE, os prós “abafem” os contras.

 

Há quinze dias atrás, (sensivelmente), que a minha filhota adoeceu com uma amigdalite. Eram febres de 40 graus, não comia, estava completamente desregulada em horas de sono, devido às febres e à medicação. Enfim, daqueles momentos que não se deseja a ninguém e que parte o coração de qualquer mãe ao ver o pequenote naquele sofrimento.

 

Após iniciar a medicação, incluindo antibiótico, e passados 3 dias começou a melhorar.

 

Só que para a resguardar de reinserção da infecção, acabei por deixar comigo durante a semana toda, até esta segunda-feira.

 

Eu não sei já em que estado estava-mos.

 

Ela sem febre, mas numa fase muito complicada de birras,  dava a volta à cabeça do pessoal cá de casa.

 

 E eu a dar em louca por ser a que passava TODOOOO o tempo com ela, entre o bom humor e as birras, e estarmos ambas encerradas em casa, sem ver pessoas, respirar ar puro, enfim…

 

Tudo já era motivo para ambas estarmos numa fase critica.

 

Chega quinta-feira, mais um dia mal dormido, mais um dia desde cedo com as benditas das birras presentes, uiiii…

 

- Queres iogurte?

- Não…

- Queres pão?

- Não…

- Queres “isto e aquilo”?

- Não…

 

Depois vem o “SIM”

 

- Mãe “tuti”. (iogurte)

- Mãe pão.

-Mãe “banhanha”. (banana)

- Mãe “isto e aquilo”….

 

E depois vem: afinal não quer nada, e chora e chora…

 

E eu?!?

 

Chorando, claro…e dizendo à minha sogra: “eu sou má mãe…eu não percebo porque ela chora. Eu não percebo o que ela quer…eu não sei o que tem…ela não deve gostar de mim…”

 

E a minha sogra (uma querida): “Calma Soraia, tu és boa mãe…é normal isto “neles”, está ainda doentinha, há muito tempo que não sai de casa…tem calma…e ela gosta de ti”

 

Lá no meu hipo-hipo, acalmei-me, e depois de ressuscitar o meu Tico e o meu Teco, vejo que são momentos de mãe desesperada…

 

Um aparte:

 

Sou boa Mãe.

E ela gosta de mim, se não, não andava “pendurada” à minha perna todo o dia a dizer “Mãe, Mãe, Mãe…”

 

Quem não tem momentos de mãe desesperada?!?!

 

Acho que todas temos um dia desses…

 

Parece que alucinamos por momentos.

 

Hoje e depois de dias, e noites mais tranquilas, de rotina quase normalizada…já relembro com alguma graça, os meus últimos 15 dias.

 

Ser mãe dá-nos momentos que parece que o Mundo vai acabar ALI, mas tem outros que fazem nós Mulheres completamente felizes e realizadas.

 

Não troco por nada este meu título.

 

E já agora, não temas, porque afinal as mães também choram…mesmo que te pareça que estás a ficar maluca, não estás, é normal…ahahaha

 

Beijinhos muito grandes da Mamã Zen, Mamã com Estilo…

Looks do dia com a Stradivarius

É impossível espreitar uma das minhas lojas preferidas online, a Stradivarius , e não ficar apaixonada por qualquer "coisinha".

 

Ainda para mais, quando os preços estão um miminho irresistível. 

 

Aiii...

 

Sabem aquele vestidinho básico,  mas cheio de fofura? 

 

Eis,  o malandreco....

 

5226071003_2_4_1.jpg

 

 

 

5226071003_2_3_1.jpg

 

 

 

5226071003_2_1_1.jpg

 

 

Este é daqueles que dá para conjugar de diferentes maneiras, com diferentes acessórios e sapatos, criando vários estilos. 

 

Como tal decidi dar-vos algumas sugestões , com acessórios e sapatos da mesma loja. Desde um estilo simples e prático para o dia a dia, sem perder o feminismo.  Ao estilo bem mais clássico, não perdendo a conjugação da cor e diversão. 

 

Para o dia a dia, a conjugar este vestidinho, eis umas sandálias rasas coloridas e umas pulseirinhas no mesmo tom. Tons claros, com estilo mas sem dar muito nas vistas.

 

1546141035_2_1_1.jpg

 

 

 

3344007511_1_1_1.jpg

 

 

Com o mesmo vestido, mas com elegância em primeiro plano, uns sapatos clássicos de tacão alto, sempre na moda, numa cor mais arrojada. Vermelho.

 

 

 

1151141025_2_2_1.jpg

 

 

 

1151141025_2_1_1.jpg

 

 

 

 E para não perder a conjugação de tons, entre branco e vermelho, mas ao mesmo tempo não sobrecarregando os tons quentes, uma clutch bem divertida e jovem.

 

 

9263001010_1_1_1.jpg

 

Gostos à parte, estes são os meus.

 

Os dois look's que sem dúvida usaria com este mesmo vestidinho. Num dia a dia, ou até numa ocasião mais formal.

 

Espero que tenham gostado.  Deixem a vossa opinião...vou gostar de saber até mesmo as vossas sugestões. 

 

Beijinhos grandes da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

AVON - Parceira do blogue e muito mais...

Muitos de vocês já conhecem a Avon...

 

avon.png

 

 

A Avon, agora faz parte do nosso blogue. E através dele podes fazer as tuas encomendas, e receber comodamente em tua casa.

 

Para isso basta clicares, AQUI.

 

Nessa mesma página podes visualizar os catálogos e adicionares os produtos ao teu carrinho de compras, clicando em cima da imagem do produto e seleccionando a quantidade pretendida.

 

É simples, e bem cómodo. 

 

Qualquer dúvida podes sempre deixar aqui as tuas dúvidas ou mesmo nos contatos do perfil que aparece na página da AVON.

 

Boas compras, com a AVON e claro a Mamã Zen, Mamã com estilo...

O Castigo da beleza...

Vamos a belezas?!

 

Bora...

 

São tantas as vezes que nós, principalmente mulheres, olhamos-nos ao espelho e vemos aquilo que não queremos. Ou melhor, na forma como desejaríamos.

 

Hoje em dia, a televisão, revistas, telas publicitárias, internet, esculpem corpos e belezas, como se de anjos trata-se.

 

O que muitas das vezes, todos nós esquecemos, e porque somos injectados por todos estes meios, é que a beleza destas pessoas é trabalhada através da maquilhagem, editores de imagem, luzes, e afins. Não está ali, e somente, a beleza que o papá e mamã deu ao corpinho, mas sim muito trabalho estético e profissionalizado englobado para que o produto final seja mesmo este: "imagens vindas do céu".

 

Nunca fui muito de olhar ao que sou esteticamente.

 

A única coisa que sempre me incomodou foi o facto de necessitar de usar aparelho de ortodontia. E só agora aos meus 29 anos estou a concluir o tratamento (esperamos que sim) .

 

Após o nascimento da minha filha, houve algumas coisas que mudaram neste meu ponto de vista. Esperaria que fosse para o positivo, mas no entanto não foi.

 

A causa disto é talvez porque os 30 estão aqui a bater à porta?!?, e/ou por causa das boas das más línguas estarem sempre a dar opiniões sem pedir.

 

Dei por mim a dar importância ao que não ligava sequer. E às vezes fazem-me esquecer que afinal fui mãe, e afinal não fiquei tão mal como infelizmente muitas mães ficam.

 

Claro, que não deveria, não é? Deveria apenas, se a questão fosse somente minha e para me sentir melhor ao que me sentia. Mas as más línguas conseguiram mostrar erros e defeitos que antes não os via, ou se os via , não dava importância e fez de mim uma pessoa com alguns complexos.

 

Se parei de viver por os meus complexos?!? Não...

 

Tento superar.

 

O mal de todos nós é darmos ouvidos, ficarmos agarrados a opiniões, entristecermos-nos e não fazer nada para mudar. ( Esta é uma opinião não só para o assunto que estamos a tratar, mas para tudo na vida).

 

 

Por isso, e falo directamente para todas as mulheres, porque acho que é o sexo mais apontado e questionado:

 

Amem-se como são, respeitem-se como são. Todos os que nos rodeiam, farão o mesmo se nós tivermos "pulso", força, e determinação para mostrar que o ser diferentes é ter beleza única.

 

É sermos nós próprias que faz de nós pessoas, únicas.

 

Agora venho aqui mostrar-vos alguns exemplos do poder da maquilhagem.

 

Há pessoas que não tem por hábito maquilhar-se, e nem por isso deixamos de mostrar a nossa beleza. Outras que adoram a maquilhagem, como eu. E se for para me sentir bem, melhor comigo mesmo, claro que me maquilho.  

 

A maquilhagem não muda a pessoa, porque a pessoa continua ali, com o mesmo coração. E maquilhagem não mascara a pessoa, por o contrário, liberta-a, porque se sente mais a vontade.

 

A maior estupidez que já ouvi com os meus próprios ouvidos, é que uma mulher maquilhada deixa de ser a pessoa que é. Eu maquilho-me quando quero e me apetece e nem por isso deixo de ser a Soraia que sempre fui. ahahah

 

Então aqui vai alguns exemplos de transformação com maquilhagem, o antes e depois. 

 

Estas fotos foram retiradas da internet, existem "milhões" delas.

 

Espero que sirvam de inspiração no antes e até mesmo no depois.

 

O antes, porque afinal faz-nos ver,  que se calhar há pessoas com características menos bonitas que as nossas, e no depois, porque podemos sempre melhorar, e ainda valorizar o que somos esteticamente, como e quando quisermos, sem nos "mascararmos".

 

E aqui vão elas:

 

42_0.jpg

 

 

and-women-wonder-why-men-have-trust-issues-31-phot

 

 

antes-e-depois-6.jpg

 

 

make1.jpg

 

 

makeup_holly_michaels.jpg

 

 

maquiador-russo-vadim-andreev-tambem-e-reconhecido

 

 

maquiagem-01.jpg

 

 

maquiagem-samer-a-khouzam-9-1379975381414_956x500.

 

 

poder-da-maquiagem-1436993227607_750x500.jpg

 

 

transformacoes-pessoas-sem-photoshop_2.jpg

 

 

 

 Todas temos a nossa beleza...

 

 

Beijinhossss

 

Mamã Zen, Mamã com Estilo...

 

10 factos sobre mim na hora da refeição...

Podia ter sido pior. Podia....

 

Mas isto de estar há 3 dias "fechada em casa" com este tempo de cocó entre outras coisas impeditivas, não deu para mais. 

 

Estava eu a falar com o meu Marido sobre coisas / atitudes / manias estranhas que cada um de nós temos perante situações do dia-a-dia...

 

Aquelas menos improváveis de uma pessoa normal pensar, claro. Quando nos lembrámos das minhas...ahahahah

 

É que a realidade não é preciso ir buscar as dos outros, pois as minhas  já são estranhas e maníacas o suficientes  para rir um pouquinho.

 

original.jpg

 

 

Então entre nós dois, escrevemos 10 factos estranhos sobre mim na hora da refeição/comer.

 

(Depois deste momento realmente sinto que devo ser muito maníaca...ahaha)

 

Mas como não me quero achar a única maníaca da blogosfera, no fim vou nomear 10 blogues para convidar a partilhar connosco os factos estranhos de cada um perante a hora da refeição / comida.

 

Sou muito má, não sou?!?

 

Então aqui vai os meus 10 factos:

 

  1. Com fome?! Viro DIVAAAAAA...mas daquelas DIVAS que ninguém atura.
  2. Odeio ser interrompida na hora da refeição ( hora da refeição, hora sagrada)
  3. Detesto cruzamento de braços, por cima do meu prato quando estou a comer, para apanhar isto ou aquilo da mesa. 
  4. Não gosto de comer com os talheres dos outros
  5. Não gosto que insistem em provar algo que nunca degustei, e não tenciono degustar
  6. Deixo sempre 1/3 de leite/café/sumo no copo/caneca (mania desde pequena)
  7. Posso acordar ao meio dia, mas nunca são horas de almoçar sem tomar o pequeno almoço. ( Pequeno almoço até pode resumir-se à caneca de café com leite). Nem que almoce às 4 da tarde.
  8. Só tenho a sensação que tomei uma boa refeição se comer sentada, e principalmente à mesa.
  9. Apesar de saber cozinhar, há certas coisas que adoro fazer que não sei. É que feito pelos outros sabe sempre melhor, não sei ....(opsss a isto deve-se chamar preguiça ahahah) 
  10. E por fim, das mais GRRRRRR...Irrita-me os barulhinhos, ruidinhos insuportáveis e indesejados feitos pelos colegas de mesa.

 

Agora aqui vai os 10 blogues nomeados para o desafio dos 10 factos sobre mim na hora da refeição:

 

 

  1. dona pavlova
  2. Just Smile
  3. Camellia
  4. Me and my Boy
  5. Marisa Fernandes
  6. Just Mom
  7. A miuda
  8. As nossas voltas
  9. Princesa sem Tiara
  10. Bata e batom

 

Beijinhos a todas e divirtam-se nesta pequena reflexão hehehe

 

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O que há de novo aos 24 meses da criança...

24 meses...deixou de ser bebé para ser criança.

 

Deixou tanta coisa para trás, e deu lugar a tantas outras não menos importantes.

 

Então, aqui venho contar-vos 3 pontos que mudaram nesta nova fase da vida da minha menina.

 

Num modo geral é o que podem esperar dos 24 meses de qualquer outra criança (digo eu).

 

Pais, vão ter oportunidade de conhecer um novo dicionário, completamente novinho há nossa língua. 

 

É verdade que vão partir o "coco" a rir. Mas se pensam que é só o coco?!?

 

NÃO...

 

Também vão partir a cabeçinha a tentar decifrar que raio querem eles dizer.

 

Este fim de semana a nova foi: "Vó...tatis...tatis...." , imaginei lá eu que ela queria dizer:  "Avó, chocolate...chocolate"!?!?!

 

Pois é, e todos os dias uma nova... 

 

Birras....?!?!

 

Uiiiiiiiiii BIRRASSSSSSS...

 

Vai haver a hora de jogar tudo para o chão, vai haver a hora de se jogarem para o chão, e vai haver a hora que te queres jogar ao chão.

 

Acho que fui esclarecedora.

 

Então e o poder sobre TUDO?!?

 

O que mais ouço é : "´MEU, MEU..." 

 

Tudo é deles, e tudo deixa de ser dos pais.

 

Aqui por casa acho que estou a perder o poder de tudo...tudo pega, diz "MEU".

 

Mas vamos lá a confissões.

 

A parte que mais gosto é quando diz para o pai que a "Mãe MEUUUUU" hehehe

 

BABADAAAAA....

 

Eu acho que há algo mágico nos 24 meses de uma criança...não sei...mas mudam tanto.

 

Em duas semanas foi algo sem explicação.

 

Eu tento não rir aos assuntos que tenho que tratar com mais seriedade, mas eu descaneco-me com esta miuda...ahahaha

 

13148443_1146739865346490_1396935872_o.jpg

 

Eis o marcante dos nossos 24 meses.

 

Beijinhos das Mamã e da filhota.

 

 

Base KIKO e a minha experiência...

Helloooo...

 

E hoje num modo diferente. Em modo "vaidades".

 

Decidi fazer-vos review da base liquida da Kiko.

 

Há algum tempo que ouço falar nas famosas maquilhagens da Kiko, já tinha testado vernizes, e adorei. Agora maquilhagem, estreio-me com a base abaixo.

 

P1010326edit.jpg

 

Há umas semanas fui até uma loja Kiko, em busca de uma base que se adapta-se à minha pele. Sou muito esquisita e exigente quando toca a bases. Pois o facto de ter tendência a criar oleosidade na zona T e por sua vez facilidade de formar acne, tenho que ter bastante cuidado na escolha de uma base para a minha pele.

 

Pontos que tenho em atenção:

 

  • Base "seca" (livre de óleos)
  • Cobertura média
  • Durabilidade
  • E já agora uma boa relação qualidade/ preço.

 

A base em questão é da gama Unlimited Foundation, a minha cor é a WB30, uma base fluida, e na embalagem, promete ser uma base de longa durabilidade, de cobertura modulável e acabamento luminoso.

 

Na minha opinião, ou pelo menos na minha pele, não a acho luminosa, aliás até acho acho que fica bastante sequinha e de aspecto matte. 

 

Apesar de fluida, é uma base que requer alguma paciência para colocar no rosto, pois tem que ser bastante trabalhada. Por norma, bases de cobertura média/ alta são sempre mais demoradas na aplicação para um bom resultado.

 

Dica, é usar sempre por baixo, um prime ou um creme hidratante. Mas atenção aos primes e hidratantes em peles oleosas, pois devem ser livres de silicones e óleos. Optem como melhor opção tudo o que for em gel.

 

Posso-vos dizer que na própria Kiko existe primes e hidratantes para pessoas com esse probleminha.

 

Cobertura, para mim excelente. Cobre sem pesar na pele.

 

Já a testei várias vezes durante todo o dia, e de facto é uma base de longa duração. Fica no sitio, como se costuma dizer.

 

Em relação ao preço, tendo em conta outras marcas tão conhecidas, é uma base bastante acessível e de óptima qualidade. A relação qualidade / preço está perfeito.

 

Agora deixo-vos uma foto de 3 fases na minha pele. Sem qualquer tipo de maquilhagem, outra com apenas base Kiko sem nenhum prime, corrector, etc, e a terceira com maquilhagem concluída.

 

A maquilhagem foi rápida, sem grandes perfeições, apenas para mostrar resultado numa maquilhagem de dia-a-dia , no dia de correria.

 

(os cabelinhos no ar é o melhor nas fotos....hehehehe, mas eu sei que são boas pessoas e nem sequer vão reparar nisso, não é ?!!? hihihihi)

 

PicMonkey Collage.jpg

 

 

Por aqui vos deixo, espero que tenham gostado...e não se esqueçam de cuidar sempre de vós.

 

Beijinhos grandes da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

 

 

Mãe aos olhos dos filhos...

Todos os dias são dias para falar daquela Rainha da nossas vidas, a nossa Mãe.

 

mae.jpg

 

 

Não é por ter sido ontem um dia inteiramente, e dedicado à Mãe que deveria estar a falar-vos dele. Mas sim todos os dias, sem data ou hora marcada, afinal todos os dias são dias para falar dela.

 

Aos olhos de os filhos, as Mães sabem tudo. Têm poderes super especiais. Conseguem tudo e arranjam forma de solucionar quase o insolucionável. 

 

Pelo menos aos meus olhos é assim...

 

Ela me protege, mima-me, faz sentir-me que sou o maior tesouro da vida dela. Eu e os meus irmãos. Foi por nós que sempre tivemos uma grande mulher em frente a grandes batalhas, que por sua vez uma guerreira de sucesso.

 

Agora que sou crescida, (no entanto para ela sempre bebé), é a minha vez de cuidar desta guerreira.

 

Já que, infelizmente, não são imortais, haja alguém que cuide de guerreiros como a minha Mãe e tantas outras como ela.

 

Haja os filhos que sejam seu escudo.

 

Haja os filhos que com suas asas as possam proteger sempre.

 

Haja filhos, que cresçam e sejam numa continuidade Mãe dos pais, e Mãe de seus filhos...

 

Que os filhos tornem se guerreiros.

 

É sinal que são filhos de guerreiros.

 

Aos meus olhos sou filha de guerreiros em vários aspectos na vida, e espero contudo que um dia seja a minha filha e os que ainda hão de ser meus filhos, a dizer que sou a sua guerreira. Que sou, com o orgulho dito pelo um filho,sua Mãe.

 

Mãe és o meu alicerce, a minha guerreira, mas também o meu ponto mais fraco.

 

O que te atinge, atinge me mil vezes.

 

O que de dói, faz doer-me até a minha alma.

 

Mas eu estou aqui, vou te proteger até conseguir, até onde Deus deixar-me.

 

Não te deixo por nada deste Mundo.

 

E só queria que não me deixasses por nada deste e de outro Mundo.

 

Fazes-me falta todos os dias.

 

És um dos maiores pilares que mantém a minha vida equilibrada.

 

O amor não se explica, não se mede, e eu nem sei como dizer te o quanto te amo.

 

Agora sou Mãe. Dou muito mais valor a tudo. A tudo o que me deste e continuas a dar. A tua sabedoria. O teu amor e dedicação.

 

Poderia escrever, escrever...mas os filhos sabem o verdadeiro significado de MÃE.

 

Aqui ficou um pouco da minha Mãe, a minha guerreira para sempre.