Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Como serás como Papá?

Olá! Hoje venho com um tema, que no meu ponto de vista é importante tanto para uma Mamã como um Papá.

Quando estamos em estado pré - Mamã, ou seja grávidas, acho que todos as mulheres pensam como será o homem em relação a um filho? Será carinhoso? Será participativo nas tarefas como pai? A verdade é que estas questões são pertinentes, mesmo que a futura Mamã não as questione ao futuro Papá.

Quando eu estava grávida da minha princesa, e como eu até não sou pessoa de pensar muito (ironia), elas existiam na minha cabeça. E quando falava com o futuro Papá e dizia: "Papá, depois também vais trocar a fralda, não vais?" , "Quando nascer ajudas com o banhito?", entre outrasperguntas.

A resposta dele era sempre a mesma: "É tão pequenina, é tão frágil...posso ajudar quando for maior?" hehehe  

Não é que gostasse muito da conversa, mas dava que pensar. "Será que ele fala verdade?!"

Só tinha uma solução...esperar para ver...

Assim nasceu a nossa Borboleta, no dia 23 de Abril de 2014, e acreditem ou não desde desse dia todas essas questões, quanto ao Papá da Borboleta ficaram arrumadas num caixote, bem lá no fundo de uma dispensa esquecida.

Primeira "coisa" que o Papá dizia: "Quando a nossa filha nascer, não quero ser eu a vesti-la, tenho medo de fazer-lhe mal". Realidade, assim que ela nasceu e a enfermeira perguntou: "Quer vesti-la?", ele deu um grandissimo "SIMMMMMMMMM QUERO" 

Apartir desse momento, os medos do Papá fugiram com medo do Papão. 

Estavamos nós na sala de recobro, e eu pedia-lhe para que a coloca-se ao pé de mim, (afinal tambem era minha ), e ele dizia sempre: "Oh Amor descansa, ela está aqui tão bem ao colo do pai". E eu...

A verdade, é que o Papá da Borboleta, deixou de ter medo das suas mãos grandes a tocarem no seu rebentinho, começou desde o primeiro dia a mudar-lhe a fralda, a roupa, a quando dos banhitos, foi e é um Papá muito coporativo. Com alimentação, agora que já come sopinha e pápas tambem ajuda muito, etc.

A nossa princesa vai saber que tem um pai muito bom e colaborador no seu dia a dia.

Conto-vos esta "história" porque sei, que nem todas as Mamãs tem a mesma sorte que eu, e que infelizmente ainda existe uma mentalidade um pouco retrogada em relação ás tarefas de uma mulher. Mas as coisas podem mudar, e não há que ter vergonha de ser PAI. Um Pai presente, um Pai colaborador, e de ser simplesmente PAI.

IMG_20150321_123350.jpg

 

Eis uma fotografia, do Papá a dar banhito à nossa Princesa.

Espero que tenham gostado deste post, e que todas tenham a sorte de ter um homem como eu tenho para a minha filha. Obrigado Papá

Amamos-te, por tudo o que fazes, todos os dias, por nós.

Ser Pai é ser assim...

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..."

 

Grata, por tudo. Bom fim de semana.

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.