Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Retrospectiva de 2015 e Gratidão...

Estamos no penúltimo dia do ano.

 

O que quer dizer que pelo menos 364 dias do ano de 2015 já foram.

 

Decidi fazer uma retrospectiva do meu ano.

 

O que foi o meu ano de 2015, as minhas experiências, as minhas emoções, os meus altos e também os meus baixos (porque afinal nas adversidades, também aprendemos).

 

Antes de mais quero pedir imensa desculpa a dois "grupos".

 

Aos meus amigos de coração, que não estão esquecidos...simplesmente o tempo por vezes e algumas situações da vida faz-nos fazer escolhas, e como consequência estar mais afastada fisicamente das pessoas que tanto gosto. E aos meus seguidores do blogue, pelo os dias e as fases que não pude estar presente, que limitei-me no conteúdo do blogue, só para manter movimento e dizer "Ei, estou aqui, estou viva...".

 

Não prometo nada a ninguém, até porque não sei o meu dia de amanhã, mas o certo é que vou tentar passar estar mais presente para ambos. São duas coisas muito importantes para mim, os amigos e o meu blogue, e é algo que projecto para que 2016 eu consiga  melhorar em termos de presença e crescimento.

 

Comecei 2015, em festa. Uma linda festa, com pessoas que amo de coração. Eis a minha passagem de ano de 2014 para 2015.

 

10368934_870174509669695_7856545389132848053_o.jpg

 

 

Uma noite memorável, por ter festejado esta passagem de outra forma, e com o GRANDE AMOR das nossas vidas no colo, a minha filha. Não há amor mais puro que este, o ser Mamã.

 

2015 trouxe-me o verdadeiro sentido de ser MÃE. A verdade é que ao longo dos dias, dos meses, é mesmo ela, a minha Filha que me ensina a ser MÃE. Todos os dias aprendemos coisas novas com estas doçuras, a que chamamos de filhos. Para eles nós somos muralhas / castelos que os protegem, e para nós eles são flores ténues, que crescem e formam-nos da melhor forma para ser Mãe e Pai, para sermos uma família.

 

Março, sempre tão especial...

 

E numa data tão especial que é o meu aniversário, mas também o do meu Marido, fui, ( apesar de já viver conjugalmente há uns bons aninhos), pedida em casamento, ao nosso jeito, sendo pela primeira vez, NÓS, autênticos.

 

11046721_906383859382093_7578090304083987586_n.jpg

 

 

Abril, doce Abril, data em que a minha bebé fez o seu primeiro aninho, e isso nunca ninguém esquece...

 

11156214_930298960323916_2101549563932747711_n.jpg

 

Julho, mais um sonho realizado...CASÁMOS, para mim, o meu maior sonho concretizou-se...

 

12107015_1023516997668778_684189420705170387_n.jpg

 

Só consegui acreditar no que estava a acontecer, quando finalmente subi ao altar.

 

Esse dia, foi de muita emoção, muita felicidade, apesar que incompleto.

 

Faltava duas peças muito importantes na minha vida.

 

A minha Avó que está no céu. E um dos homens que me viu crescer, ( que Graças a Deus, está na Terra), acompanhou SEMPRE todos os meus passos, e um dia, quis o destino, que deixa-se de fazer parte de coisas tão importantes para mim, como o nascimento da minha filhota, e o meu casamento. 

 

Nessas duas datas tão especiais, senti que a minha família diminuiu...e isso magoou-me imenso. Com esta mágoa aprendi que o orgulho não nos leva a lado nenhum, só nos destrói, e mal daquele que se deixa vencer pela mágoa, pelo o orgulho, etc...

 

Pelo menos consigo perdoar, a este último, já que a minha avó, sei que mesmo desde o céu, olhou por mim. Só não quero mais o meu coração pesado...quero estar livre, e não quero carregar fardos que não me pertencem. A consciência vai na cabeça de cada um...e talvez, apesar de toda a felicidade que o meu dia de sonho me deu, esta falta de comparência, foi um ponto menos bom no meu ano de 2015.

 

Ainda neste dia, o MELHOR PRESENTE de casamento:

 

VOUUUUUUUUU SERRRRRRRRR TIAAAAAAAAAAAAAAAAA, a minha Querida Mana de coração carrega o meu "baguinho de arroz" no ventre, sabem o que é felicidade com extra felicidade?!?!

 

A noticia foi-me dada neste meu dia...

 

Eu só queria gritar, mas ela não deixou...

 

Mas olha Marisa, para que saibas, que quando o meu fofinho nascer, vou lhe contar a maldade que fizeste comigo...hehehe

 

Ahhh e já agora: Amo-vosssssss...hehe

 

Apesar destes acontecimentos, que para mim são, imensamente positivos, estou muito grata, e quero mostrar a minha gratidão aqui.

 

Primeiro estou grata a Deus, e a todos os seres de luz que me proporcionaram momentos maravilhosos neste ano de 2015, e espero que continuem a proporcionar muitos mais e melhores.

 

Sou grata pela minha filha, Laura Marisa, a luz dos meus olhos.

 

Sou grata pelo o meu Marido, que és meu pilar, meu tudo.

 

Sou grata por ter comigo meus Papás e os meus segundos Papás, meus sogros...

Que a vida permita sempre cuidar de vós, como vós cuidam de nós.

 

Sou grata por o casamento oferecer-me tantos primos e tios, e uma cunhada chatarrona como a minha ahahahah, que adoro, que te AMO.

 

Sou grata "Avó" por a vida ter-te permitido teres ido ao meu casamento, de coração...

 

Sou grata pelos meus compadres, lindos e maravilhosos...

Este ano com o casamento,com o baptismo da Laura e do meu Marido, ganhei ANJOS, nas nossas vidas.

 

Sou grata por a minha Pipoca, a minha Zara, o meu Tuca e o meu Branquinho fazerem parte de 2015, e que assim seja por mais 100 anos.

 

Sou grata por ter Borboletas na minha vida...

PS: Amo-te...

 

Sou grata por a minha Laura ter ganho "uns tios" que sei que a adoram, e que ganharam mais protagonismo nas nossas vidas...Vocês sabem, não sabem "Tios"?

 

Sou grata por ter conhecido uma flor chamada Inês, nem imaginas a importância e o impacto que ainda hoje tens no meu coração. Obrigada.

 

Sou grata por ter tudo e o suficiente para manter uma vida plena.

 

Sou grata até pelo os momentos menos bons, que possa ter passado em alguns dias em que o sol não brilhou para mim, mas com eles também tiro boas reflexões dos acontecimentos.

 

Sou grata por estarmos todos AQUI, dentro dos padrões que a vida nos permite e dos caminhos que traçamos.

 

Obrigado a todos, com muito AMOR no CORAÇÃO, por fazerem parte da minha/nossa vida.

 

Agora que fiz esta retrospectiva, dei conta que há coisas fantásticas na vida, realmente fantásticas.

 

Beijinhos Grandesssss...

 

Soraia Romão

Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

De regresso após casamento...

E por aqui estamos de volta. A duas semanas de ter festajado um dos melhores dias da minha vida, e após toda a confusão de todos os preparativos terem passado, finalmente consigo encontrar tempo para algo que gosto tanto como o meu blogue. Agora já posso partilhar convosco algumas coisinhas daquilo que de fantástico foi e é, realizarmos , este que foi por muitos anos um sonho por ambos desejado. Para mim é praticamente impossível descrever por palavras todas as emoções vividas nesse dia, mas vou tentar ir por partes e tentar partilhar convosco da melhor forma que consigo. Sei que para muitos pode ser uma história agradável de ler, para outros não significar nada, mas este é o meu espaço e o meu momento de partilha para com todos vós. Então bora lá começar por o inicio. Como todos sabem, eu sou Mamã de uma linda Borboleta, e um dos nossos objetivos era assim que possivel, podermos batizá-la. O batizmo, para nós pais e padrinhos era essencial na vida da nossa bebé. E por isso tentámos realizar a cerimónia o quanto antes, mas após o primeiro ano de vida da nossa pequena. Como não há batizmo sem festa, logo fomos procurar um espaço para comemorarmos após cerimónia, nunca excluindo a hipótese, já em aberto, de juntarmos o útil ao agradável e realizarmos em união com o batizmo da nossa mais que tudo, o sonho há tanto tempo adiado, o casamento. Não é que o casamento, papéis, altera-se os nossos sentimentos, mas só prova e reforça o amor que sentimos um por o outro, e em sinal do fruto que nasceu desse amor, tornou-se algo que aos nossos olhos e aos nossos ideais era o certo . Quanto ao local de festa, conseguimos encontrar um sitio onde o 2 em 1 era possível, a preços acessíveis. E daí nasceu toda a preparação de um dos dias mais felizes da nossa vida. (Não me canso de dizer hehe) Data escolhida, começámos a dar andamento com os procedimentos de civil e católica, acreditam que durou quase até ao dia da cerimónia? Não por culpa de ninguém, somente nossa, pois fomos deixando passar o tempo e o tempo nestas questões correeeee mas corre sem dar nos conta. O passo seguinte foi a lista de casamento. Uiiii que dá sempre que falar ahaahahhah Já foi o tempo que fazia o obséquio de ser educadamente educada para não parecer mal a ninguém, mas hoje não. E o fato de ser Mamã alimou muitas arestas na minha personalidade que era necessário serem trabalhadas. Na lista tive em conta duas coisas: a nossa disponibilidade financeira e convidados que nós noivos fazíamos mesmo questão que estivessem presentes por o que são ao longo do ano para nós, e não por o papel de atores que desempenham no nosso teatro a que chamamos vida. Se fosse há uns anos atrás, esta questão não me era fácil de filtrar, mas a idade e a vida nos fazem mudar como nunca imaginamos. Por isso para mim esta tarefa acabou por ser fácil, descompliquei o que por norma é complicado. Lista de convidados elaborada, o passo seguinte foi fazer os convites. Esses elaborei eu mesma, depois enviei a uma gráfica para imprimir com alguma qualidade. Foi simples. Um modesto postal, porque por vezes o menos é mais. Quanto às lembranças, tratei com uma amiga minha uma vez que a mãe tem uma lojinha que trata desse tipo de artigos. Quanto aos ramos, também descompliquei. Baseei me num ramo de flores que me foi oferecido por uma grande amiga minha. Tomei como base aquele arranjo e deixei tudo o resto nas mãos da florista. O topo de bolo, eu quis que fosse personalizado. Então mandei fazer numa lojinha virtual do Facebook, e simplesmente adorei o resultado final. Ainda com o bolo, esse pedi a uma senhora amiga da minha zona, que faz bolos deliciosos, para o elaborar. Sem grande complexidade, simples e tal como a florista, acabei por deixar à vontade o trabalho da Sra. Pasteleira. Hehehe Acho que o fato de deixar ao critério de cada um, mas claro não esquecendo os nossos gostos,todos nos surpreenderam pela positiva. E acho que acabaram por trabalhar connosco mais a gosto. As nossas "vestes" têm histórias engraçadas, mas o meu vestido supera. Amo de paixão, e sei que veio até mim com uma história linda e de muito amor pelo o gesto. Guardo o com muito AMOR. Posso vos dizer que foi uma cerimónia simples, mas para nós lindaaaa. E pelo o feedback que recebemos dos presentes, adoraram. Quero agradecer aqui a todos os maravilhosos e maravilhosas que fizeram do nosso dia, um dia tão especial. Guardo vos a todos no coração. Obrigadaaaaaa ...

FB_IMG_1439193032087.jpg

 

Aqui vos deixo algumas fotos de tantas outras. 

 

FB_IMG_1439193173141.jpg

 

 

Beijinhos grandes da Mamã Zen, Mamã com estilo... 

Quem disse que casar era fácil??? - Ep.1

 

Não, e não estou a falar da parte de encontrar o Principe perfeito, porque esse GRAÇAS A DEUS já o tenho, falo mesmo na organização do casamento.

 

Papéis aqui, papéis aculá...Ufaaaa, não é fácil.

 

Para não dizer o dinheiro que custa, simplesmente CASAR. A dita "papelada" do registo civil é uma "Pipa de Massa".

 

Como já perceberam, no fim de alguns anos a viver em união de fato, vamos finalmente CASAR. Estou noiva, estou muito feliz, porque era de fato algo que tinhamos em mente. "Um dia vamos casar", e chegou o momento.

 

Como não é segredo nenhum, e é um ato natural e comum nas nossas vidas, venho partilhar as peripécias que vão acontecendo com o momento tão especial.

 

Hoje foi dia de registo civil.

 

Lá fomos nós feitos pimpões, chegámos ao registo, e como vivemos no meio em que meio Mundo se conhece, virei me para a senhora do balcão e disse em tom de brincadeira: "Viemos casar".

 

Assim começamos o processo da papelada mais importante da cerimónia.

 

A senhora pediu nossos cartões de cidadão, perguntou qual a data do casamento e qual o tipo de regime que queriamos casar. Mas antes que respondessemos, ela explicou os tipos de regime existentes (que suponho que é de conhecimento de todos, por isso não vou mencionar todos).

 

Meu Deus, e ai vem o momento do dia...

 

O Sr. Meu Namarido / Futuro Marido, depois da explicação respondeu: "Ahhh, casamos por COMUNHÃO GERAL..." e eu concordei, visto que vivemos há tantos anos juntos, já temos um par de coisitas em comum. (ahahahah)

 

Mas a Senhora continou, então querem casar em comunhão geral, o que é de um passa a ser do outro e vice-versa, mas....

 

E nós no "masss...."

 

"Mas, para ser comunhão geral, tem uma taxa acrescida de 100€." 

 

Pronto, acabou-se a Comunhão Geral.

 

O Sr. Meu Namarido / Futuro Marido teve um súbito salto de consciência e disse: "Atão não quero, pode ser mesmo Comunhão de adquiridos..." Isto saltou-lhe da boca tão breve quanto possível.

 

Rimos tanto, mas tanto...não têm ideia.

 

Mas continuando, e agora numa vertente mais séria.

 

O documento normal, para casar tem cum custo de 120 € , e se casarmos em comunhão geral é mais 100 €. Será que é só na minha cabeça ou isto não tem cabimento? 

 

Já por si, 120€ é mesmo muito para emitir um documento, quanto mais 220€.

 

Parece que anda meio mundo a chular outro meio mundo...desculpem o termo, mas foi o que sentimos. 

 

De fato por ser algo tão importante e especial, como é para nós, acredito que tantos como nós, CASEM, esquecendo a parte monetária que o Estado leva de nós.

 

Agora estamos em preparativos intensivos, pois falta mesmo muito pouco tempo.

 

Será também o batizmo da nossa flor.

 

E será de certo um dia muito mas muito  especial.

 

Agora os outros episódios do "Quem disse que casar era fácil?" ficam para breve...aqui fica o primeiro.

 

 

Beijinhos muitos, muitos com imensa gratidão da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

Quilinhos a mais? E quê?

Olá a todos. Hoje venho assim um pouco desanimada. Mas comigo mesma ou não...não sei ao certo.

 

 

 

Quando era mais novinha era pessoa de me importar muito como eu era, tanto interior como de fisico. No entanto uma coisa que sempre de alguma forma fez com que eu fosse menos preocupada com estes aspetos, foi o fato de interiorizar, que eu era daquele jeito, e daquele jeito eu e o Mundo tinham me que aceitar. Afinal nós crescemos e construímo-nos, crescemos e o nosso corpo molda se ao jeito dele. 

 

E assim por muitos anos cresci, evolui, aceitei-me e amei-me do jeito que sou, tal como sou.

 

Dai, que fui Mamã. E ser Mamã, são 9 meses de transformações corporais, que só Deus sabe como fica passado esses 9 meses. Eu não tinha razão de queixa, pois eu fui uma grávida "elegante" no que toca a peso, e por sorte que a nível estético, não fiquei com manchas, nem estrias. Nem a minha cara ficou com o chamado "pano". Sorte, não é?

 

Passada a minha gravidez, e claro que apesar de estar "elegante", não sai do hospital de barriga lisa...sai como maioritáriamente as Mamãs saem, inchada.

 

O tempo passou, aliás, passou pouquissimo tempo, e eu desinchei, por completo. E comecei a perder peso, e a perder cada vez mais peso, sem nada fazer. Perdi tanto peso, que me encontrava demasiada magra.

 

Fui ao médico. Desde que fiquei grávida, nunca mais consegui sair de lá, sem me dizerem que só tinha que voltar por rotina.

 

Fiz análises, no entanto à partida já se saberia o que estava a passar, apesar da fase do baby-blues e inicio de depressão pós parto, a minha tiróide começou a funcionar mal, dai o tal emagrecimento súbito.

 

Após os resultados, comecei a medicação para controlar o meu hipertiroidismo. 

 

Dai...dai....comecei a engordar. E a engordar.

 

Não que seja obesa, mas estou "fofinha". A barriga depois de um bebé, ainda não estava no lugar certo, e como sou de engordar e fazer barriguinha, a dita cuja apareceu novamente. As pessoas que passam por mim estão sempre a questionar se estou grávida. Não sei se perguntam a todas as "fofinhas" do Mundo, ou se é porque acham simpático faze-lo a mim, mas o que é certo é que o fazem, e por vezes não pensam no que isso pode causar.

 

Até um determinado ponto eu não liguei. Até acho que para uma Mamã recente (12 meses) o corpo está razoável.

Aliás, acho que infelizmente, e por vezes vê-se rapariguinhas muito novas, que não são Mamãs e que não tem cuidado com alimentação e deixam o corpo chegar a uma dimensão quase impossivel de reverter ao que seria "normal".

Mas hoje isto toca-me. Toca-me pela insensibilidade das pessoas, pelas palavras duras que ouvimos, e mais a mais com o Verão a aproximar-se cada vez mais, tudo toca-me.

 

Eu estou a tentar reeducar-me, a criar hábitos alimentares saudáveis, a tentar dimunuir açucares, mas é dificil, e não é de um dia para o outro. Neste momento, estudo muito sobre alimentação saudável, e tento aplicar. Tento dar o melhor. Mas vai pouco a pouco. Quero colocar o  execicio físico na minha rotina, mas Mamãs será que só sou eu que ainda estou a habituar-me a consiliar a vida de Mamã, cada fase nova do nosso bebé, e o tempo passa e acaba por não chegar para nós?

 

A verdade é que já há alguns dias que ando para escrever sobre o tema, mas não sabia ao certo se me exprimiria da melhor forma, e mesmo assim estou para aqui a escrever...e vamos ver o que sai.

 

Descobri que há pessoas muito maldosas neste Mundo, que gostam de "castigarem-nos" com aquilo que para elas também não as faz feliz. É fácil apontar defeitos para que os nossos sejam ocultados. Enfim...

 

Como foi com vocês Mamãs? Têm sugestões?

E as que não foram Mamãs e sofrem do mesmo? Como é com vocês?

 

Ideias para refeições também se aceitam.

 

Ahhhh mas vou só salientar, que apesar do desabafo, eu continuo bem, mas é como um exemplo que estou constatemente a dar. Nós temos uma blusa que adoramos e vestimos, chega uma pessoa e diz que não gosta, mas nós não nos ralamos, chega outra e também diz que não gosta, até que chega um ponto que já é tanta gente a dizer o mesmo que nos questionamos, "na realidade, secalhar a blusa não me fica bem". E pronto...

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..." .

4#TAG: De tudo um pouco...

As autoras dos blogues Camellia e As nossas voltas nomeram-me para mais um desafio. Confesso que já anda pendurado aqui há um tempinho. Como outras Tag's futuras que irei responder, brevemente.

 

Então a TAG: De tudo um pouco, consiste em:

 

- Responder às 11 perguntas;

- Indicar 11 blogs para responder à Tag;

- Colocar o selo da Tag;

- Colocar o link de quem te indicou.

 

Então aqui vai...

 

 

 

 

1. Qual o seu estilo de música preferido?

Xiiii...eu gosto de tudo um pouco, incluindo "Pimba". 

Tem muito a ver com os sons, a letra, o estado de espírito.

 

2. Que peça de roupa é a sua preferida do momento?

Camisa de ganga, ADOROOOOOOOOO

 

3. Qual dos seus vernizes são mais divos?

Cor-de-Rosa

 

4. Shorts ou saia, e porquê?

Adoro os dois, mas uma saia, é sempre uma saia.

 

5. Cabelo liso ou encaracolado?

O meu cabelo é um pouco encaracolado, tel alturas, fases, mas pricipalmente desde que fui Mamã, o meu cabelo decidiu por definitivo ser encaracolado. Confesso que gosto dos dois. Não tenho um que menos gosto. Liso dá trabalho, porque tenho que esticar...e tenho um cabeleira que só Deus sabe. Encaracolado, usando uns produtinhos certos, tá sempre bom, mais que não seja, DESCABELADA. heheheh

 

6. Salto ou Sapatilha?

Adoro SALTOS, mas não é nada prático quando se tem crianças...não queiram ver a minha colecção encostada na sapateira.

 

7. Brigadeiro ou sorvete?

Opa...Brigadeiro, ui adoro, adoro, adoro.

 

8. Doce ou Salgado?

Gosto dos dois, mas perco-me por uma boa sobremesa, logo, DOCE.

 

9. Como você define seu estilo?

ahahaah Acho que não tenho estilo, sou de tudo um pouco. É o que me apetece e me sinto bem.

  

10. Você é do tipo de mulher consumista ou só compra o básico?

Já fui mais consumista, depois houve uma fase que aprendi que tinha que me conter e controlar a minha ansiedade por comprar porque simplesmente gostava. Sim, porque só gostar não é válido, pois comprar só porque gostamos é sinal que vai ficar no armário. Hoje em dia tento perceber se será útil para o meu dia a dia.

Já estou numa de mais o básico.

 

11. Você se considera vaidosa? 

SIMMMMMMMMM, muito, ás vezes falta-me é paciência.

 

E os blogues que nomeio são:

Derrepente já nos 40

Me and My Boy

just_smiiile

Cheirinho a Estrela

marisad_fernandes

Tudo do Avesso

O Canto da Petrolina

Just Mom

Princesa sem Tiara

Nada acontece por acaso

mamacuriosamariada

 

E pronto, aqui está as minhas nomeações...

Aceitem o desafio, é bom conhecermo-nos um pouco mais de cada autor dos blogues.

 

Espero que tenham gostado, e obrigada meninas pela nomeação.

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..." .

 

 

Receitas: Massa com Gambas e Legumes

Olá, Olá ... Hoje venho com algo diferente.

Há algum tempo que estou a tentar fazer uma dieta o mais equilibrada possível ( Possivel, porque parece que aquele momento de Gula sobre os doces não tem fim.) 

 

Para o jantar de hoje fiz uma massa super deliciosa...nham nham...e achei que seria interessante partilhar a receitinha convosco. 

Eu simplesmente adoro massas.

 

Então aqui vai.

Massa com gambas e legumes

                   

Ingredientes:

- Massa de Esparguete Integral

- Legumes Variados ( Congelados)

- Gambas 

- 1 Dente de Alho

- Margarina Vegetal

- Sal

- Tempero para massas em pó

- 1 Knor de Marisco

 

Numa panela, colocamos a água a ferver, adicionamos o Knor de marisco, sal a gosto, a massa integral, e as gambas. Deixamos cozer normalmente. (Cozi as gambas junto da massa, para que tomasse mais o gosto das gambas)

Entretanto noutra panela, com água a ferver, colocamos os legumes e sal a gosto.

Depois de ambos estarem cozidos, retiramos do lume e escorremos a água.

Numa frigideira, colocamos um dente de alho bem picadinho, com margarina vegetal, e um pouco de tempero para massas ( em pó, a gosto). Deixamos que a mistura se difunda, juntando de seguida a massa com as gambas. Salteamos um pouco, e depois adicionamos os legumes, envolvendo, para que tome gosto.

 

Et Voilá!!! Bonne Apettit...

 

Eu simplesmente adorei esta massinha. Espero que gostem. Não especifiquei quantidades, porque será ao critério de cada um, consoante o número de pessoas para refeição.

 

Se alguém tiver alguma dúvida, ou experimentar, deixe aqui nos comentários o que achou...vou gostar de saber a vossa opnião.

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..." .

 

A minha prenda do dia da Mãe: O Pai escreveu no blog da Mamã...

Hoje deixo-vos com dois posts, sendo este segundo a prenda que recebi do Papá da minha filhota, de forma a mostrar o que sou todos os dias na vida dos dois Amores da minha vida.

Aqui vos deixo o que o Papá escreveu no meu blogue, de forma a homenagiar este dia tão falado sobre o ser "MÃE".

Obrigada Mor...ADOREI. Amo-te muito.

 

 

Hoje dia 3 de Maio de 2015 e o teu segundo ano de ser MÃE.

 Uma mãe muito babada pela nossa Borboleta linda. Cada dia que passa tentas sempre superar o anterior querendo dar o máximo de ti como mãe, mas não só como mãe mas também como esposa. Como tu, não há nenhuma, pois és única tanto para mim como para a nossa Borboleta. És a Mulher das nossas vidas.

Para mim uma esposa muito paciente, sendo eu, um marido um pouco chato, mas que te ama muito assim como tu és. Meiga, carinhosa, compreensiva, um pouco teimosa, sempre preocupada com os outros, batalhadora, e muito objectiva… resumindo és a mulher que eu amo para todo o sempre e mais além.

Como mãe da Borboletinha linda que temos, nem sei que diga, se tinhas duvidas como seria ser mãe, não as demonstraste desde o primeiro dia que ela nasceu. Parece que algo dentro de ti nasceu quando ela nasceu, pois para ti tudo pareceu natural desde o primeiro dia.

É maravilhoso olhar para vocês as duas.

Se tu tens duvidas se és boa Mãe, pois eu não tenho duvidas nenhumas que és a melhor Mãe do Mundo que a nossa Borboleta podia ter, pois mesmo o dia começar tão cedo para ti entre ser Mãe, trabalho, cuidar da casa e tudo mais tens sempre a alegria contigo para cuidar da nossa filhota linda.

Talvez a melhor terapia para ti própria seja estar com ela, pois uma se completa a outra. E  se eu não as imaginar uma sem a outra muito menos tu, Mãe galinha que tudo faz para cuidar de seu rebento e não dá lugar ao  cansaço.

Obrigado por seres a melhor mulher do mundo e a extraordinária MÃE que és, pois contigo sei que nossa filha terá tudo que necessita para crescer e se tornar uma mulher dedicada como sua Mãe o é!! Vos Amooooooooooooooooooo.

 

 

E hoje é o dia da Mãe...

Hoje é o dia da Mãe.

 

 

Obrigado Mãe por tudo o que sou hoje, e por todos os dias venceres batalhas para fazeres de mim uma "princesa".

Hoje sou Mãe, e espero que um dia a minha filha possa sentir o orgulho que eu sinto por ti.

Hoje sou Mãe, e sei dar valor aos 9 meses carregados na barriga, há dor para me dares vida, às noites mal dormidas a pensar no melhor para nós, filhos, a seres a Heroína que és todos os dias.

Amo-te Mãe.

 

(Sei que não vives na blogosfera, mas também sei e tenho a certeza que demonstro, e tu sabes o Amor que tenho por ti, Mãe.)

 

Ati, sogra, que deste lugar à minha segunda Mãe, obrigada por tudo o que me tens dado, o apoio, o carinho, a compreensão, o Amor...nunca me esquecerei dos passos, e das mãos estendidas, sempre quando nós precisamos estão lá.

 

(A sogra faz parte da blogosfera, mas ela sabe também e faço questão de mostrar pelas minhas atitudes o quanto a Amo todos os dias)

 

A ti filha...

Obrigada por fazeres de mim a Mamã mais babada do Mundo.

Todos os dias tento ser o melhor para ti...e juntas, eu sei que vou aprender todos os dias, a ser uma Mãe melhor.

Porque todos os dias aprendemos, coisas diferentes, e o mais importante é que me ensinas a ser quem sou sempre unidas.

Amo-te Filha...

 

As estas três "mulheres" (uma ainda bebé), obrigada por fazerem parte do meu sonho, do meu Mundo, e do meu Universo.

 

Feliz dia Mamãs.

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..." .

 

 

Mala de Maternidade: o que levar?

Este post, é dedicado principalmente às futuras Mamãs.

 

 

 

Decidi fazer este post, porque uma futurã Mamã questionou, no Facebook, o que levar para a maternidade, e recordo-me perfeitamente, que quando estava grávida, sendo Mamã de "primeira viagem", questionava-me muitas vezes o que levar na mala para a maternidade. Não cria ser exagerada, mas também não queria estar em falta.

 

Hoje que já passei por essa experiência, posso contar-vos o que devemos levar na mala para a maternidade, com a certeza que é realmente o que necessitamos sem exageros nem faltas, e será muito útil para vocês, futuras Mamãs.

 

Então abaixo vou colocar uma listinha para a Mamã, e outra para o Bebé. (Atenção esta lista é baseada na minha experiência.)

 

Lista para a Mamã:

  • Duas camisas de dormir (ou uma camisa de dormir para o dia do parto, e um pijaminha fresco e prático, principalmente para as Mamãs que amamentam)
  • 6 cuequinhas (descartáveis, ou não. Eu comprei descartáveis, mas acabei por usar mesmo as minhas, por isso fica ao vosso critério)
  • 1 chinelos de quarto
  • 1 chinelos para banho (tipo havaianas)
  • Produtinhos de higiene ( como: escova de dentes, pasta de dentes, champo, gel duche)
  • Escova de cabelo.
  • Opcional: Levar as toalhas de banho e rosto. O Hospital normalmente fornece, no entanto, há pessoas que não gostam de utilizar as toalhas do hospital. Na minha opnião, estão mais desinfetadas que as nossas, por isso eu também usei do hospital sem problemas.

Lista do Bebé:

  • 4 Babygrows
  • 4 Fatinhos interiores
  • 4 Calçinhas interiores (Consoante a época do ano que nasce o vosso rebentinho)
  • 4 peuginhos
  • 2 fraldas de pano
  • 10 fraldas descartáveis
  • 1 pacote de toalhitas húmidas sem perfume (opcional, pois há quem prefira limpar o rabinho dos bebés com comprensas humedecidas em água. O Hospital dipõe das compreensas.)

Na hora do parto:

  • Devem ter a parte para o bebé:1 babygrow, 1 fatinho interior completo, um gorrinho e uma fralda descartável.
  • Para a Mamã, é conveniente ter uma camisa de dormir, umas cuequinhas, e os chinelos de quarto.

Quando eu fui para o hospital, eu apenas levei uma mala com tudo, exceto um saquinho,(mesmo de papel), com a roupinha do bebé, para quando nascesse. Achei que uma mala era suficiente para mim e para a bebé. Assim foi.

 

Durante os dias que estivemos internadas, pediamos ao Papá o necessário, para quando viesse à visita, trazer-nos.

 

Penso que tornei tudo mais fácil desta maneira. Tentei ser o mais prática possivel.

E resultou. Espero que com este post, possa-vos ter ajudado de alguma forma.

 

Podem sempre deixar as vossas questões, e sugestões aqui embaixo, nos comentários. Gostarei de saber a vossa opnião, ou até mesmo como foi convosco. 

 

A Mala de Maternidade também foi uma aventura para vocês?

 

Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..." .

 

 

 

 

3# TAG: What makes me happy...

Olá, Olááá...Antes de mais quero-vos desejar uma ótima semana, como sempre, cheinha cheinha só de coisas boas.

 

A Mamã hoje veio aqui responder a um desafio colocado pela blogguer Camellia. A Camellia há-de pensar que me esqueci dela, mas não, aqui estou eu...hehehe

 

 

Camellia desafiou-me para a tag "What makes me happy". Como já conto com algumas primaveras, aqui vos deixo os 28 momentos e/ou situações que me fazem feliz.

 

  1. Como Mamã, acordar, olhar para a minha Borboletinha e ver aquele sorrissssoooo de encher o coração logo pela manhã.
  2. Receber o Bom Dia do meu mais que tudo...pois faz-me sentir que está, aqui ao pé de mim, e está tudo bem.
  3. Saber que está tudo bem com os meus pais, diariamente, uma vez que não moro com eles, e não os vejo a diário.
  4. Todos os dias receber das minhas filhotas de 4 patas, a alegria de eu estar presente na vida delas.
  5. Adoro a folguinha, depois de almoço, que eu e a minha filhota temos juntas.
  6. Festarolas de Familia, são sempre boas.
  7. Ter a oportunidade de saber apreciar todos os seres de luz, sendo grata pela presença e aprendizagem que tenho vindo a ter.
  8. O meu momento de Reiki
  9. Adoro ler para aprender...
  10. Ouvir música e viajar num Mundo só meu...
  11. Ver tudo organizado ( mas confesso que para organizar...vai lá, vai...heheh)
  12. Estar presente no meu blogue.
  13. O meu blogue faz-me feliz.
  14. Cantar.
  15. Pesquisar na internet, horas e horas, e horas...
  16. Ajudar o  próximo.
  17. Ser quem sou.
  18. Ser Mamã Zen, Mamã com Estilo...
  19. Adoro comer doces, apesar que depois o arrependimento vem atrás...ahahahha
  20. Estar NOIVA...
  21. Festejar o meu aniversário no mesmo dia que o meu "Noivo-Marido" hehehehe
  22. Saber que todos os dias quando acordo, todos os que amo acordam para mais um dia todos juntos, apesar de que ás vezes possa-se fazer sentir a distância física.
  23. Comer Fatias Douradas
  24. Ser Mamã...
  25. Ser Mulher...
  26. Momento "Zen"
  27. Mimar-me
  28. Ter 28 anos de experiência....ahahahah

Pronto, aqui fica a minha tag: "What makes me happy...", espero que gostem...

Obrigada Camellia pela nomeação, e desculpa a demora pela resposta.

 

Os blogues que nomei-o são:

 

entre_tanto

mind-whereismymind

ocantodapetrolina

derepentejanos40

justmom

just_smiiile

meandmyboymarisad_fernandes

 

Vamos lá meninas, fico à espera...

 

 Beijinhos muito grandes da  "Mamã Zen, Mamã com estilo..."

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D