Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Férias a 3: São Miguel, Açores.

De malas e bagagens, em família e amigos, viajamos até aos Açores.

 

açores.jpg

 

Até há pouco tempo, não tínhamos por hábito viajar.

Não existia em nós o gosto por sair da nossa zona de conforto.

O nosso foco, e completamente equivoco, era somente trabalho.

Viajar era sinónimo de gastar, gastar aquilo que nos poderia fazer falta em outra hora.

Em bola de neve, a nossa mente adaptou-se a esse ritmo de vida, não permitindo a mente expandir-se e conhecer novos lugares e novas pessoas.

 

Com o nascimento da nossa pequena Laura, tudo mudou.

O querer dar o máximo de experiências à nossa filha, dar-lhe a conhecer novos lugares, descobrir o "Mundo", fez-nos mudar por completo o nosso dia-a-dia. A nossa vida. O nosso estilo de vida.

Distanciarmos do nosso meio de dia-a-dia, stress, trabalho, e ir para um lado em que a descoberta é algo divertido e prazeroso é muito gratificante.

 

Com um empurrãozito de uns amigos de família, demos asas às descobertas e viajámos até aos Açores, mais concretamente, à Ilha de São Miguel.

Verdade que foram umas pequenas férias, mas muito saborosas. 

 

Viajar com crianças, e sendo que a Laura tem 3 anos, não é assim tão difícil como muitas pessoas pensam. 

Para nós, pais da Laura, não faz sentido viajar sem ela. Por isso, os planos por aqui, são sempre a três.

A Laura permite-nos passear e apreciar o que visitamos, e mais curioso, é que ela própria, torna-se uma exploradora, e curiosa pelo o que observa.

Claro que tem as suas horas de criança, mas é isso mesmo, uma criança. Se os adultos têm os seus momentos como uma criança não ter?!

 

A nossa experiência, em São Miguel, soube a pouco. 

Foram para mim umas férias ao estilo "zen", pois é um puro contacto com a Mãe Natureza. 

Quem procura, descanso, em contacto com a Natureza, é aqui mesmo onde tem de ir.

Desfrutar das termas, apreciar as paisagens...e comer?!?! Come-se muito bem. E sinceramente, muito em conta (€).

 

Estas viagens, onde permite dar a conhecer a uma criança, a Natureza fora de onde vivemos, e num estado mais puro, fazei-os perceber que o Mundo é uma bola muito grande, com realidades diferentes da que vivemos. 

É muito vantajoso, para além da experiência, cultiva-se a sabedoria para o seu futuro.

 

Aqui vos deixo algumas fotos, de "cliques".

 

25474255_1677113155642489_659814323_o.jpg

 

25488720_1677113328975805_919726446_n.jpg

 25488758_1677113038975834_396182217_n.jpg25488775_1677113382309133_1229864592_n.jpg

 

25488807_1677113165642488_1407329274_n.jpg25488965_1677112998975838_7794902_n.jpg

 

25488994_1677113105642494_1012890460_n.jpg

 

25520621_1677113268975811_1488320890_o.jpg25521027_1677113185642486_1507368273_o.jpg

 

25530063_1677113122309159_895051124_n.jpg

 

25530628_1677113062309165_293122071_o.jpg

 

25551389_1677113128975825_1781122557_o.jpg

 25551401_1677113418975796_1853477252_o.jpg25551432_1677113242309147_1815256102_o.jpg

 

Boas viagens 

 

 

Aquilo que nos tornamos depois de ser Mãe

Realmente nós mulheres somos extraordinárias.

E não falo de mim... Falo de todas aquelas que quando parem suas crias, transformam se como por magia em Mãe. É mesmo uma transformação desde a hora que nasce.

Fogem os medos, as inseguranças e parece que sabemos fazer lhes todos os cuidados que necessitam, de uma vida.

 

FB_IMG_1513240367562.jpg

 

Esta pequena... esta minha Laurinha, veio dar me uma grande lição.

A lição: que tenho muito mais sabedoria e capacidades, que aquelas que alguma vez imaginei ter.

 

Por ela sou TUDO.

 

Não sou Mãe perfeita, porque ninguém é, mas ela ensina me a ser a cada etapa da sua vida a sua melhor Mãe, e sem dúvida um ser humano melhor. 

 

Este é o nosso BOM DIA 😊 Mamã despenteada e ensonada... Pequenota pronta pra brincadeira. De qualquer jeito 😄 ❤️

Compras de Natal sem STRESS

6db39c500fbe77e2c37921f957775e43.jpg

 

 

 

Friozinho, fresquinho, não era o mesmo Natal sem este "gelinho" que se faz sentir na rua. 

Daqui a pouco tínhamos um Pai Natal a "descer" pela chaminé de calções e t-shirt, que Verão foi este que durou até há "três dias atrás"?!?

Enfim, está de regresso o nosso Inverno.

Agora nem 8 nem 80...

Não andamos aqui por pouco. Ou temos temperaturas super altas de sol tórrido, ou um friozinho por vezes insuportável.

 

Mas falando do Natal...que tal vai a missão de comprar as prendinhas de Natal?

 

Por aqui estamos quase a terminar...sem stress.

 

Este ano quis ser prática. Prática em vários sentidos.

 

Primeiro, aqui em casa só se dá prendas aos pequenos da família, aos nossos pais, e claro, ao marido. Lamento desiludir os restantes...

 

Segundo, tentámos minimizar os custos, pois ainda são muitas crianças. Adoptamos o conceito: APENAS UMA LEMBRANÇA. Mas claro, não é por ser uma lembrança que passa a ser qualquer coisa.

 

E Terceiro, antecipei as minhas compras, mais ou menos um mês antes, aproveitando as promoções de sites e lojas para fazer as minhas comprinhas.

 

Resultado? Estou tranquila, reduzi custos, e de alguma forma vou ter uma miminho giro para todos os listados. 

 

Maioritariamente, para não dizer todas, porque comprei duas prendinhas em loja, fiz as minhas comprinhas no site da showroomprive.

 

E até agora, tudo está a chegar no tempo certo, ou até mesmo antecipadamente a algumas datas previstas de entrega.

 

Não estou aqui a fazer publicidade à loja, somente estou a partilhar a minha experiência por ser positiva.

 

Ver-me livre do stress das compras, da confusão, e receber as minhas comprinhas em casa, no meu descanso, e com a satisfação que comprei ao melhor preço...para mim é "ouro".

 

Em 2018, prevejo que começo as compras 6 meses antes... 

A e, então "de-stresso" de um todo.

 

Contem-me aqui em baixo, como tem sido a vossa saga de compras de Natal?

Já conheciam a showroomprive?

 

Boas compras rapaziada 

Nós e o Desfralde...

Achei que seria importante partilhar convosco esta nova etapa da Princesa Laura: o DESFRALDE.

Até porque, podem sempre aproveitar dicas para aplicar nos vossos filhotes.

 

desfralde.jpeg

 

 

O desfralde era uma missão adiada do Verão passado. 

 

Na altura com 2 anos e um mês,a tentativa foi um fracasso. Isto porquê? 

 

Porque o medo do "bacio/ penico" era terrível.

Porque mal sabia falar.

Porque andar sem fralda e ter um descuido, era ter-mos uma Laura arrepiada e num pranto, como "Mãeeeee, o que é isto?!?!"

Porque não estava preparada.

Ou seja, resumidamente, NÃO ERA ALTURA CERTA PARA O DESFRALDE.

 

Cada criança tem o seu ritmo, o seu tempo...

 

Pessoal... é preciso dar "espaço" à criança para que compreenda e se prepare para a etapa seguinte. Não só nesta questão do desfralde mas para tudo.

 

Estamos a dias de comemorar o terceiro aniversário da pequena. E se para muitas mães é fácil este tema de fazer o desfralde,por aqui, e pelos os "porquês" que mencionei acima, não estávamos a prever um desfralde tão fácil como o que vos vou contar.

Até porque, por sentir que este Verão terá 3 anos, a sociedade não nos livra, a nós, Mães, da bendita frase: "Ainda usa fralda?! Não acreditooooo...".

Já não me livrou com 2 anos, quanto mais com 3...

 

Giro, giro...é quando a culpa é da Mãe ahahahah 

A Mãe é preguiçosa, e não se quer dar ao trabalho.

Enfim...vamos lá... 

 

Faz hoje uma semana que iniciamos o desfralde. Não previ datas, simplesmente estava adiado para este suposto Verão, mas naturalmente e inesperadamente numa ida ás compras, o hipermercado tinha: cuecas fralda, cuecas de tecido, e todo o englobado do mundo dos "xixis&cócós" em promoção.

Instinto de Mamã : "Chegou a hora" ahahaha

 

Como a Pequena, vive no mundo onde só existe Princesas e Minnie, aproveitei a "paixãozinha" e comprei-lhe cuequinhas de tecido e de fralda, com as benditas. 

 

E para a higiene, escolhi aquelas caixinhas de toalhitas coloridas, para "colorir" a hora de limpar o rabinho.

 

Mas para fazer de mim uma Mãe de sucesso na hora de desfralde, encontrei no Deborla, um bacio, redutor de sanita e baquinho/degrau das PRINCESASSSSSS. 

 

Ai o instinto de Mãe gritou mesmo: "CHEGOU A HORA" ahahaha

 

Venho eu HIPER entusiasmada para casa, e ela chega da escolinha. 

Comecei com a conversa: " A Mãe tem uma surpresa para ti."

Claro que ficou radiante em descobrir qual era a surpresa. 

 

Mostrei lhe os sacos das compras e comecei a mostrar lhe cada item, com a sua devida explicação.

Juro-vos que ficou deslumbrada com cada coisa "nova" apresentada para a sua nova etapa.

Claramente que tive que dizer: "As Princesas também fazem xixi e cócó no bacio. Elas não usam fralda. Vês?"

 

Bendita a hora que iniciei...

 

Desde quinta-feira à tarde que não usa fralda. Somente para dormir usa cuequinha fralda (questões de segurança hehe). Surpreendentemente, acorda sequinha.

 

Ensinei-lhe que quando tem vontade, pede à Mãe ou ao Pai para ir ao WC. E assim tem feito...

 

Os dois primeiros dias, houve descuidos de fazer uma "pinguinha". Mas contia-se rapidamente e corria para ir ao WC.

 

O cócó só começou a pedir para ir ao bacio, 3 dias depois.

 

O que mais posso considerar?

 

Está a ser maravilhoso. No tempo certo, ao ritmo dela. É assim que deve ser. Ao ritmo dos nossos filhotes, e não da sociedade apressada.

 

Espero que tenham gostado do "nosso" desfralde, e que possa incentivar-vos a não desistirem.

Lembre-se sempre de  considerar o ritmo do vosso pequeno e não do ritmo imposto por quem nos rodeia.

 

Afinal quem paga as fraldas?!

 

Felicidade estampada no rosto, com pequenos mimos.

Quem adora miminhos? Nósssssssss ...yehhh

 

Blogs Portugal em conjunto com a Vertbaudet , lançou um passatempo entre bloguers membros, da comunidade blogs Portugal, para o sorteio de um Cãozinho peluche XXL ...

 

É claro, que eu como Mamã, não podia deixar de tentar a minha sorte para poder "presentear" a minha filhota com este prémio.

 

E não é que fomos uma das vencedoras ?!?! Yehhhhh

 

A pequena DELIROU.

 

PicMonkey Collage.jpg

 

 

E a Mamã também.

 

O peluche é lindo.

 

Cá por casa não podia ter sido melhor, pois uma vez que somos os doidinhos por animais, e estimamos muito que a educação da Princesa seja na base do respeito aos mesmos.

E como podem ver na foto, ficou super feliz com a sua "penda" ...diz que é fofinho (e É) .

 

Para alguém que esteja interessado no mesmo peluche ou até mesmo conhecer a marca, aqui vos deixo o link.

 

Quanto ao processo de recepção, processou-se tal como se tivesse feito uma compra normal na Vertbaudet. A única diferença, é que usei um vale de desconto enviado pela marca.

 

Comprar na Vertbaudet, é super fácil e rápido, para além de que tem todo o processo simplificado por ter um site "Clean".

 

A entrega foi feita em dois dias, após concluir a minha encomenda.

 

E desengane-se quem acha que estou a dizer bem da Vertbaudet por ter presenteado a pequena. Não. Eu fiquei mesmo surpreendida pela comodidade e rapidez. Pois para alem do premeio, deram a possibilidade de testar o serviço. E recomendo-vos plenamente.

 

Fiquei fã, virei cliente.

 

Obrigada Blogs Portugal e Vertbaudet pela oportunidade e o miminho.

 

Partilho convosco a felicidade da minha Princesa.

ANO 1: Recomeço...

FB_IMG_1483305859335.jpg

 

Dia 1, do mês 1, ano 1.

 

Estamos no início de um novo ciclo.

 

O ano 1.

 

E porquê "ano 1"? 

 

Resultado da soma dos 4 dígitos de 2017.

 

Os mais entendidos dizem que é o ano de iniciação, recomeços...

 

Então aqui estamos. Que sejas pelo bem, por o equilíbrio, pela positividade e gratidão. Pelo o Amor, a Paz e principalmente Saúde.

 

Gratidão por este dia. Por ter a oportunidade de acordar, rever e sentir a minha família. Respirar saúde. E ter consciência e sabedoria para este início/recomeço.

 

<3

 

Não podemos deixar de fazer o que gostamos.

Numa conversa mais ao estilo "Zen"...

 

foto.jpg

 

 

Quantas são as vezes que por termos o tempo ocupado com os outros, deixamos de fazer o que nos faz bem e gostamos??

 

Já me tinha apercebido que descuidei os meus gostos para dar lugar e importância aos gostos dos outros, mas tanto como tenho vindo a sentir há um par de semanas em diante...ui (principalmente por ter existido momentos menos bons, que poucos foram aqueles que deram lugar ás suas coisas para dar importância ao que estava a acontecer comigo/ connosco).

 

Toda a minha vida, (ou seja, nem sequer me lembro de quando começou a minha perdição), sempre adorei, fascinei, apaixonei-me pela música.

Em criança passava HORAS a ouvir repetidamente, e a dançar, a cantarolar a música. (Acho que até poupei trabalho e preocupação à minha mãe, pelas traquinices que não fiz, á pala de levar horas e horas a fio com o walkman, ou aparelhagem do meu irmão, a ouvir a bendita da musica (sim porque no meu tempo, não havia MP3, Youtubes...))

 

Cresci, com a música sempre no meu coração, mas não sei sequer o porque de ter esquecido esta paixão a meio caminho.

 

Foi tanto tempo, como talvez 5 anos…sem PESQUISAR, PROCURAR, APAIXONAR, SONHAR, com aquilo que tão bem me fazia à alma: a música.

Ouvia o que passava pela rádio, ouvia os meus Cd’s do tempo da Maria Carocha (porque até isso eu deixei de comprar) e assim passei esta fase sem “ritmo”.

 

Agora que a minha filha tem dois anos, e já fala qualquer coisinha, percebi que a miúda é igual ou pior que eu, na minha infância…

 

Ela RESPIRA MÚSICA, Ela é MÚSICA…

 

Passa o dia a cantarolar e a dançar…está em casa, se ouve musica na TV, pára tudo, para dançar. Puxa a família inteira pela mão e toca -lá a dançar (quer gostes ou não. Com esta miúda não há cá vergonhas…)

Vai no carro, o rádio TEM QUE ESTAR LIGADO, e ela? A cantar…

 

Enfim, viciada na música. A música é como o seu brinquedo preferido, a faz feliz.

 

Foi aí que parei e comecei a aperceber-me que já fui como ela, e como é possível que esqueci disso?

 

Até consegui esquecer a felicidade que me era oferecida gratuitamente.

 

Então parei e comecei a olhar para mim…a fazer despertar o que estava adormecido, o que tinha esquecido e que fazia parte de mim. Retomei a procurar, pesquisar, a colocar música na minha vida…

 

Fiz o favor de devolver-me a mim mesma.

 

E que bela devolução. Pois, parte do meu stress foge ao som da música, passei a sonhar, sentir, vivenciar a minha vida como quando era criança.

 

Têm noção do poder da música em nós? E da questão de fazer aquilo que gostamos? Por nós próprios?

 

Não podemos deixar de fazer o que gostamos. Por nós. Por o nosso bem-estar.

E quando falo em fazer, não me refiro somente à musica. Este foi o meu exemplo, um gosto meu…certamente vocês terão os vossos…

 

Realmente a música é mágica. E a minha filha uma Fada, na minha vida. Gratidão a vós e ao Universo por cuidarem de mim.

 

Obrigada, Obrigada, Obrigada.

Reacção aos primeiros dias de Creche

Mudanças, mudar...acho que são as palavra chave do mês de Setembro.

 

E hoje, segunda-feira, conto-vos um pouco das "mudanças" que surgiram nestes últimos meses, referente à vida da Mamã, e mais propriamente da Princesa.

 

A minha Princesa, mudou de escolinha.

 

Primeiramente, retirei-a da escolinha que frequentava, já nas últimas semanas de Julho e todo o mês de Agosto. 

 

Passou todo este tempo comigo. Numa rotina "caseira" e com a figura Mãe totalmente presente.

 

Não esperava outra coisa, se não a reacção que teve a estes primeiros dias de escola. Reacções essas que me partem o coração por inteiro.

 

14218185_1225245120829297_411283545_n (1).jpg

 

 

Quando vou leva-la à sua escolinha nova, é sempre um martírio para mim.

Mal vê a escola, diz: "não mãeee", "a nana, a pupa" (o seu consolo). Pior quando entra...e CHORA, dizendo: "COLHO Mãe" , "GUA"...não choro para não reforçar o sentimento dela, mas é a vontade que tenho...mais ainda, de pegar nela e dizer-lhe: "Anda mas é para casa... vens com a Mãe". Mas não posso...

 

A minha parte racional, sabe que tem que ser. É bom para o desenvolvimento dela, é bom ganhar amiguinhos, e também é bom para a Mamã, que pode trabalhar sem pausas para ver o que ela anda a fazer. 

 

Este mês, ou melhor, pelo menos este inicio de mês está a ser difícil para nós. Ela estranha a Mãe e eu a ela...falta a correria aqui por casa, o barulho, e tudo mais...não sei como é com as outras mães, mas que isto me afecta psicologicamente, afecta...é como chegar ao final do dia e sentir-me mais cansada de que um dia todo a correr  atrás dela.

 

Não passo uma manhã sem ligar para a escola para saber se está mais reconfortada.

Se não o fizer, chego ao final do dia dominada por os bichinhos chamados: NERVOS. Atrevo-me a dizer, que se roesse as unhas, nestes dias dava fim delas.

Mas enfim...espero ansiosamente pelo o dia que vai estar hiper animada para ir brincar com os seus coleguinhas. 

 

Agora fiquemos com o tão falado : Período de adaptação.

 

Em comparação ano que passou, ficava sem chorar. Contente e deslumbrada com os coleguinhas. A idade e percepção faz muito numa adaptação escolar. Sem dúvida alguma.

 

Esperemos as cenas dos próximos capitulos...

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D