Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Mamã Zen, Mamã com estilo...

O blogue que retrata da vida de uma mulher após maternidade. Entre biberões e batons, um mundo cheio de descobertas ao estilo Zen.

Onde colocar o Sal?! - Histórias com sentido...

E algures pelo o meu Facebook, encontrei esta história, que mexeu algo dentro de mim...

 

Talvez porque estou a tentar virar tudo um "lago" na minha vida...

 

Aqui fica esta história com sentido...e para interiorizar...

 

 

“O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse.
Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.
Ruim - disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.
Então o velho disse: - Beba um pouco dessa água.
Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou: - Qual é o gosto?
- Bom! Disse o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? Perguntou o Mestre.
- Não… - disse o jovem.
O Mestre então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos.
Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta.
É dar mais valor ao que você tem, do que ao que você perdeu.
Em outras palavras: É deixar de Ser copo para tornar-se um Lago.
Somos o que fazemos, mas somos principalmente, o que fazemos para mudar o que somos… ”

 

Beijinhos grandes da Mamã Zen, Mamã com estilo...

Caitlyn Jenner, o seu novo "eu"...

Há umas semanas atrás, o nome de Caitlyn Jenner foi muito badalado por todo o Mundo e cibernáutas.

 

 

 

A agora chamada Caitlyn Jenner, é uma verdadeira revelação de coragem, por assumir perante Hollywood a sua verdadeira razão de ser e forma de estar na vida. Digo "a agora", porque para quem não sabe, Caitlyn Jenner é agora mulher, mas nascera num corpo de homem. O famoso atleta e mediático "pai" da familia Kardashians / Jenner , Bruce Jenner, decidiu no fim de vários anos, e depois de ter vivido práticamente uma vida dedicada a ser homem de familia, mudar de sexo.

 

No "cidadão cumum" seria normal a transexualidade, no entanto, para o tão saudoso Bruce Jenner, isto é um ato de coragem. Viver no meio das cameras, e da fama, sabendo que todos saberão a verdade, e que muito mas muito dificilmente seria segredo, fez a mudança assumindo a sua nova escolha.

 

Admiro a sua coragem. 

 

Caitlyn Jenner é agora uma mulher LINDA. Atrevo-me a dizer que está mais bonita que Kris Jenner, que na sua "vida anterior" era a sua esposa. 

 

Acredito que não seja fácil para uma familia no foco da fama todas estas mudanças, e acredito que também não seja fácil para os seus 4 filhos de sangue, e 4 de criação verem partir a imagem de homem, pai, pilar da familia, para um novo rosto, um novo corpo, e um novo nome.

 

Mas admiro, admiro e não me canso de dizer que admiro.

 

Nós nunca sabemos o que o futuro nos reserva. O que será os nossos filhos, quais a escolhas de futuro, mas o certo que estamos num mundo tão evoluido que acredito que daqui a uns anos isto será tão normal quanto outra coisa qualquer.

 

É bom aceitarmos o Mundo tal e qual como ele é. Porque ajuda a pessoas como Caitlyn Jenner serem pessoas de coragem, a serem simplesmente pessoas felizes. Chega de represálias. A vida é para ser vivida como cada qual deseja e ambiciona.

 

Este é o meu post de agora. Já alguns dias que penso em falar sobre Caitlyn Jenner, porque mais uma vez digo: ADMIRO.

 

Beijinhos muuito grandes da "Mamã Zen, Mamã com estilo..." 

Mamã, eu mudei tudo em ti...

Mamã, eu vim ao Mundo e sei que perdeste muita coisa que fazia parte da tua rotina.

 

 

 

Os teus banhos deixaram de ser demorados. Um banho com mais de 5 minutos, é considerado um "Luxo" para ti.

 

Agora não tens a "hora que apetecer" para acordares, é quando eu quiser acordar-te. E é tão bom ver que não ficas rabujenta comigo por te ter acordado. Tens sempre um grande sorriso de "Bom Dia" para mim Mamã.

 

Antes os teus pequenos almoços eram totalmente silenciosos, tinhas o teu momento. Hoje, habituaste a viver no meio da minha agitação matinal. O teu pequeno-almoço tem direito a música do canal do Panda, dos meus gritos de alegria, no meu capricho para comer mais uma bolacha. Mas tu adoras Mamã, não é?

 

Mamã, sei que já não consegues fazer nem metade do planeado do teu dia, desculpa se te roubo tempo, mas amo quando és toda minha, só para mim, e me mimas tanto quanto possivel. Mas eu também sei que tu amas muito esses momentos, e que já ligaste mais ao estado físico "desarrumado" da casa. 

 

Mamã, não importa se não estás maquilhada, ou penteada, ou se a tua unha tem o verniz lascado, eu AMO-TE assim como és.

 

Filha, eu AMO-TE todos os dias, cada vez mais e incondicionalmente, e tudo o que alteraste na minha vida só fez de mim uma mulher mais feliz. Ser tua Mamã é algo sem explicação.

 

Beijinhos muitos, muitos com imensa gratidão de ser tua Mamã e tu minha linda filha, da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

É por isso que sou a Mamã Zen...

Por fim a parte mais "ZEN" de mim...

 

 

 

Não é que a palavra "ZEN" seja bem empregue, pois não serve como adjetivo. No pouco que tenho estudado sobre o ZEN, consigo perceber que ZEN é um ensinamento, associado ao budismo. No entanto, muitos de nós, usamos a palavra "zen" como para adjetivar um estado de equilibrio pleno e sereno.

 

Até ao momento que aventurei-me a descobrir o ZEN, percebi o quanto estava errada na noção criada na minha cabeça sobre o mesmo.

 

Mas adiante...e usando a palavra adjetivada.

 

Há algum tempo para cá e principalmente depois da minha Borboleta nascer, senti a necessidade de criar o meu Mundo, mais sereno e calmo. Acho que este sentimento provem do instinto maternal. Queremos protejer. Queremos cuidar das nossas crias em paz e pleno amor...Aquela imagem de bebé a dormir como anjinho...são associações que fazemos a este novo estado de espirito. Uma Mamã "Zen"....tranquila, serena, amor....

 

A realidade é que por vezes o nosso desejo de tranquilidade, não equivale à realidade...pois a maternidade não é o mar de rosas que as revistas, a TV e as amigas pintam. Amamos sim, os nossos filhos, mais que tudo nesta vida, podem ter a certeza...mas existe o se não, o lado menos positivo.

 

Um bebé que chora muito nos primeiros meses de vida, um bebé que tem dificuldade em adormecer, um bebé que por exemplo pode ter dificuldade na pega da maminha...ou até mesmo o lado da Mamã que passa a fase do Baby Blues e/ou uma depressão pós parto...Tudo isto retira o estado mais "zen" (calmo) da história.

 

No entanto conto-vos um pouco da minha história.

 

A Mamã teve uma linda bebé, que não gostava de dormir e chorava muito nas primeiras semanas de vida.

 

Para ajudar a Mamã, assim que teve alta do hospital e chegou a casa, entrou na fase do Baby Blues que por sua vez originou uma depressão pós parto. Mas calma, eu fui sempre muito bem acompanhada, por profissionais.

 

Mas dai, desse tombo que levei naqueles dias, eu só queria ser EU, voltar ao normal, não ser egoista a pensar que só eu sabia cuidar bem da minha menina. Não têm noção, mas um Baby blues, faz de nós outras pessoas...posso dizer que tem um lado de horrivel. E digo isto, tendo em conta a minha experiência, achar que só eu sabia cuidar da minha bebé, e mais ninguém.

 

Desta fase, partiu a minha mudança. Foi dai que quis mudar tudo. Da curiosidade passei a estudar, frequentei cursos em áreas holisticas, mudei atitudes e pensamentos, frequentei atividades como o Yoga ( com muita pena minha, não pude continuar, mas assim que conseguir retomar eu volto) e de tudo isto, e aos poucos estou ao encontro do equilibrio e do Universo.

 

É por isso que sou aqui, a Mamã Zen...

 

É só um pouco mais de mim...uma mistura de histórinhas...

 

Peço desculpa para quem é previligiádo na sabedoria dos ensinamentos, e se pude expressar  me menos bem quando falei no Zen, e no budismo, mas estou apenas no  "A E i O U" de principiante.

 

Beijinhos muitos, muitos com imensa gratidão da Mamã Zen, Mamã com estilo...

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub